Publicidade

Posts com a Tag TozziniFreire Advogados

segunda-feira, 15 de agosto de 2011 Advocacia | 12:24

TozziniFreire Advogados tem novo sócio para área societária no Rio

Compartilhe: Twitter

Em função do aumento no volume de negócios a serem realizados no Rio de Janeiro e o aumento na demanda por serviços jurídicos, principalmente por conta da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos, TozziniFreire Advogados contratou um especialista para coordenar na cidade a área societária: Alvaro Notaroberto Barbosa.

O especialista que atuou durante 15 anos no Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Junior e Quiroga Advogados e também trabalhou na IBM e no escritório Skadden, Arps, Slate, Meagher & Flom, em Nova York, onde acumulou experiência em operações dessa área.

Barbosa é formado em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e cursou ainda o Programa de Instrução para Advogados da Harvard Law School.

Autor: Tags:

quarta-feira, 3 de agosto de 2011 Fusões e Aquisições | 20:45

Minoritários da Schin vão à Justiça contra advogados da Kirin

Compartilhe: Twitter

Um novo capítulo –no mínimo, inusitado—engrossa a briga envolvendo a compra da empresa Schincariol pela japonesa Kirin Holdings Company, uma das empresas líderes do setor de bebidas no Japão e na região da Ásia e Oceania, em negócio fechado nesta semana por R$ 4 bilhões.

Os advogados da parte da família que tem a fatia minoritária da empresa brasileira – reunida sob a Jadangil Participações e Representações—alegam que os defensores da Kirin “infiltraram ilegalmente” um estagiário no Fórum de Itu, onde corre a ação, para ter “informações privilegiadas”.

Os advogados Roberto Teixeira e Cristiano Zanin Martins, do Teixeira, Martins & Advogados –que defende a Jadangil—alegam que o escritório TozziniFreire, que defende a empresa japonesa, teria colocado um estudante do 3º ano de direito da Universidade de São Paulo (USP) –e que trabalharia para o escritório– dentro do cartório de distribuição para ter acesso ao processo. Ele, por sua vez, ficava no interior do balcão, espaço reservado apenas a servidores do judiciário.

Com essas alegações, Teixeira e Martins entraram com uma representação contra o TozziniFreire e levaram o caso ao conhecimento do juiz corregedor do Fórum de Itu, que deve abrir um inquérito policial para apurar o caso.

O advogado Fernando Serec, sócio responsável pela área de contencioso de TozziniFreire Advogados, contesta as alegações dos advogados Roberto Teixeira e Cristiano Zanin Martins, e diz que esse procedimento envolvendo o suposto estagiário não procede.

“O processo é público. Todos podem ter acesso aos autos. Nossos dois advogados acompanham o caso de perto, como deve ser. Não procede essa informação alegada nessa representação”, disse Serec.

Ainda sem acesso à representação, Serec diz que o único procedimento que o escritório vem tomando se refere à discussão sobre a legalidade da venda, movida pelos minoritários. “Esse é o procedimento que estamos aguardando a liminar. Não sabemos de qualquer outra discussão sobre o assunto”.

Do imbróglio
Segundo o documento que iG teve acesso, o estudante A.S. “se infiltrou no cartório para ter informações relativa a ação”. Para tanto, o estudante –que ainda não é escrito como estagiário na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)—teria alegado aos funcionários do cartório que precisava fazer um estágio para acompanhar o número de ações novas naquela comarca e que, portanto, era um “pesquisador”.

O pedido de acompanhamento, que tinha validade de um dia, foi aceito pelos representantes do Fórum. A postura do estudante só despertou suspeitas porque, “ao tomar conhecimento da aludida ação, ele saía do local para fazer ligações telefônicas. Outrossim, a mesma pessoa, após tomar conhecimento de outra informação interna de distribuidor sobra a autuação da mesma ação, saiu novamente do recinto e fez nova ligação telefônica”, alegam os advogados da Jadangil.

“Não há dúvida que a conduta, além de revelar a má-fé por parte dos profissionais acima referidos [a ação cita nomes de advogados do TozziniFreire], que se utilizaram de ardil para obtenção de informação processual privilegiada, também apta a caracterizar outros ilícitos e, ainda, infração ética”, diz a representação.

iG tentou ligar no celular do estudante, número que consta na ação, mas cai na caixa postal. Ninguém foi localizado no Fórum de Itu para comentar o caso em virtude do avançado da hora.

Atualizado às 22h12 do dia 3 de agosto de 2011

Acompanhe:
Compra da Schin pela Kirin altera todo setor de bebidas no Brasil
Kirin deve buscar acordo com herdeiros da Schincariol
Japonesa compra controle da Schincariol por R$ 4 bilhões
TozziniFreire e Mattos Filho assessoram compra da Schin pela Kirin

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 2 de agosto de 2011 Advocacia, Fusões e Aquisições | 13:07

TozziniFreire e Mattos Filho assessoram compra da Schin pela Kirin

Compartilhe: Twitter

O escritório TozziniFreire Advogados assessorou a Kirin Holdings Company, uma das empresas líderes do setor de bebidas no Japão e na região da Ásia e Oceania, na aquisição da totalidade do capital da Aleadri-Schinni Participações e Representações, controladora do Grupo Schincariol, segundo maior fabricante de cervejas do Brasil.

A holding Aleadri-Schinni Participações e Representações, dos irmãos Alexandre e Adriano Schincariol, era a detentora dos papéis vendidos, e foi assessorada pelo Mattos Filho. O sócio João Ricardo de Azevedo Ribeiro comandou a operação.

O negócio, registrado na noite da última segunda-feira, 1º de agosto, na Bolsa de Valores de Tóquio, totalizou R$ 4 bilhões, pagos integralmente pela Kirin.

O trabalho foi realizado pelo Japan Practice Group de TozziniFreire e contou com a coordenação dos sócios Pedro Seraphim e Marcio Baptista.

Acompanhe:
Compra da Schin pela Kirin altera todo setor de bebidas no Brasil

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 29 de julho de 2011 Escritórios, Fusões e Aquisições | 19:38

TozziniFreire, Demarest e Gouvêia Advogados assessoram negócio com empresa indiana no Brasil

Compartilhe: Twitter

O escritório TozziniFreire Advogados assessorou a empresa agroquímica indiana United Phosphorus Limited (UPL) na aquisição de 51% das ações da DVA Agro do Brasil, produtora e distribuidora de defensivos agrícolas e produtos para a saúde animal. Baseada em Campinas (SP), a empresa pertence ao grupo alemão DVA Group.

Esta é sua segunda aquisição no Brasil – a primeira, em abril deste ano, foi a compra de 50% da Sipcam Isagro, fabricante de defensivos agrícolas de Uberaba (MG).

Do outro lado, os escritórios Demarest e Almeida Advogados e Gouvêa Vieira Advogados assessoraram a DVA Agro do Brasil.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 19 de julho de 2011 Fusões e Aquisições | 17:56

Dona da marca Le Lis Blanc compra empresa de jeans por R$ 29 milhões

Compartilhe: Twitter

A Restoque, que opera as redes de lojas Le Lis Blanc e Bo.Bô, comprou 100% do capital da Foose Cool Jeans Ltda., empresa que detém a marca de jeans John John. O escritório TozziniFreire Advogados assessorou o negócio. O valor da compra foi de R$ 29,1 milhões

A aquisição foi divulgada, oficialmente, nesta segunda-feira (18/7).No TozziniFreire o trabalho foi conduzido pela área de Fusões e Aquisições, sob coordenação do sócio Mauro Guizeline.

Autor: Tags:

segunda-feira, 27 de junho de 2011 Advocacia | 23:36

Nova lei sobre política industrial esbarra em questões administrativas, diz advogado

Compartilhe: Twitter

O recente anúncio do governo federal de que, para incrementar a política industrial, aumentaria o índice de conteúdo local nos insumos, como previsto pela Lei n°. 12.349/2010, pode esbarrar em questões administrativas, comerciais e até constitucionais. A afirmação é do sócio da área de petróleo e gás de TozziniFreire Advogados, Luiz Quintans, autor de um livro sobre o assunto.

A lei, que permite, nas licitações, a preferência por produtos brasileiros com preço até 25% superior ao dos importados, afeta os gastos das empresas públicas e de economia mista, afirma ele. Além disso, ressalta, a lei pode contradizer os princípios constitucionais da igualdade e da concorrência, quando essas empresas estiverem sujeitas ao regime jurídico próprio do setor privado.

O tema é particularmente nevrálgico para a indústria de petróleo. “O conteúdo local na indústria do petróleo até entrou na nova lei da partilha da produção para o pré-sal, mas num conceito precário, longe da ideia de fomento e ampliação da capacidade de fornecimento brasileira”, diz Quintans.

Ele argumenta que é preciso dispor em lei uma política industrial para combater o chamado custo Brasil e tornar o país capaz de atrair investimentos e aumentar sua competitividade, mas respeitando a livre concorrência, a livre iniciativa e o princípio da impessoalidade.

Autor: Tags:

quarta-feira, 22 de junho de 2011 Advocacia, Escritórios | 15:32

Biomatrix incorpora ativos da Santa Helena Sementes

Compartilhe: Twitter

A Biomatrix, empresa especializada em sementes de milho e sorgo do grupo Agroceres, que comprou parte da Santa Helena Sementes, contou com a assessoria jurídica do TozziniFreire Advogados.

O negócio, concluído na semana passada, transferiu para as operações da Biomatrix os estoques de sementes, o banco de germoplasma (sementes de linhagens puras para produção de híbridos) e a estrutura comercial da empresa Santa Helena Sementes.

A transação foi conduzida pelos sócios Corporate/M&A Aloísio Carneiro da Cunha Menegazzo, da unidade Campinas, e Marcela Waksman Ejnisman, de São Paulo.

Com esta operação, a Biomatrix dobra a participação no mercado e a expectativa de volume de vendas passa para mais de 500 mil sacos de sementes por ano.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 20 de abril de 2011 Advocacia | 10:16

SP sedia curso internacional em compliance

Compartilhe: Twitter

Pelo segundo ano consecutivo, TozziniFreire Advogados sedia o Curso Internacional em Compliance e Ética Corporativa, que será realizado entre 27 a 30 de abril de 2011, em São Paulo.

O evento é promovido pela Society of Corporate Compliance and Ethics (SCCE) – entidade norte-americana com sede em Minneapolis (EUA)-, e se destina a compartilhar conceitos e práticas em compliance e ética entre profissionais e empresas instaladas no Brasil.

A SCCE conta com aproximadamente 2.000 associados em todo mundo, e é uma afiliada da Health Care Compliance Association (HCCA) que já conta com mais de 6.000 associados.

O evento conta com a participação de profissionais e acadêmicos norte-americanos reconhecidos como referências mundiais para o tema, e também inclui palestras de Shin Jae Kim e Marcelo Calliari, ambos sócios de TozziniFreire na área de compliance. Dentre os participantes internacionais, destaque para Joe Murphy (diretor de políticas públicas da SCCE) e Marjorie Doyle (Marjorie Doyle Associates LLC).

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 18 de abril de 2011 Advocacia, Escritórios | 05:00

Brasil lidera pesquisa de escritórios com maior número de advogados

Compartilhe: Twitter

Uma pesquisa realizada pela publicação Latin Lawyer revelou que o Brasil ocupa oito lugares entre os dez primeiros colocados num ranking que revelou os maiores escritórios da América Latina em número de advogados. Nessa pesquisa também foi incluído o Mexico.

A advocacia brasileira, de acordo com a pesquisa, soma 2.507 profissionais divididos entre dez grandes bancas. Em primeiro lugar aparece o Siqueira Castro Advogados, com 509 profissionais, em segundo, o Pinheiro Neto, com 336. Em terceiro, está o Machado, Meyer; Sendacz e Opice Advogados, com 330, seguido pelo TozziniFreire Advogados, com o mesmo número de profissionais do seu antecessor.

Em sexto lugar aparece o escritório Marval, O’Farrel & Mairal, da Argentina, com 327 advogados. Em quarto, mais um escritório brasileiro. Desta vez aparece o Demarest e Almeida Advogados, com 283 profissionais. Em sétimo está o Barbosa Müssnich & Aragão (265); em oitavo, Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga Advogados (238) e em nono, está o Veirano Advogados, com 216 profissionais.

Na décima colocação aparece o escritório Muñiz, Ramírez, Perez-Taiman & Olayd, do Peru, com 193 advogados.

Leia também:
Excesso de advogados torna sociedade imbecil, diz desembargador
Brasil é o segundo País com mais advogados por habitante
Brasil tem mais faculdades de Direito do que todo o mundo
Brasil é o 3º colocado em número de advogados no mundo
SP concentra quase a metade dos advogados do País
Escritórios apostam em estagiários como futuros sócios

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011 Advocacia, Escritórios | 16:22

TozziniFreire têm novos sócios em fusões e aquisições, tributário e direito concorrencial

Compartilhe: Twitter

O TozziniFreire Advogados anunciou a chegada de novos sócios em diversas áreas do escritório: Fusões e Aquisições e Investimento Estrangeiro, Telecom/TI, Contencioso, Tributário, Direito da Concorrência, Comércio Internacional, Compliance e Penal Empresarial.

Os advogados já atuavam no escritório como associados e foram promovidos a sócios em quatro diferentes unidades: São Paulo, Porto Alegre, Brasília e Campinas.

São eles: Cristina Cezar Bastianello, do Contencioso Tributário (SP); Fernando Cinci Avelino Silva, de Corporate/Fusões e Aquisições, Telecom/TI (SP); Francisco Eumene Machado de Oliveira Neto, de Corporate/Fusões e Aquisições, Companhias Abertas (SP); Joana Temudo Cianfarani, na área concorrencial (SP); Juliana Sá de Miranda Torres de Oliveira, na área Penal Empresarial (SP); Renata Muzzi Gomes de Almeida, do setor de Corporate/Fusões e Aquisições, Compliance (SP); Vera Kanas Grytz, de Comércio Internacional (SP); o tributarista Rafael Mallmann (Porto Alegre); Vinícius de Oliveira Berni, de Contencioso e Consumidor (Porto Alegre); Isabela Braga Pompilio, do Contencioso (Brasília);e André Barabino, do Contencioso (Campinas).

Retorno
Já a sócia Cíntia Vannucci Vaz Guimarães retoma suas atividades no TozziniFreire, integrando novamente a área Corporate/Fusões e Aquisições. Mestre em Direito Comparado pela Universidade de Nova York, Cíntia construiu boa parte de sua carreira no próprio escritório, do qual já havia sido sócia até 2008.

Cíntia conta com mais de 15 anos de experiência na estruturação e negociação de operações de fusões e aquisições, de contratos comerciais e de investimentos de empresas brasileiras no exterior. Também tem forte atuação em transações envolvendo ativos florestais no Brasil. Trabalhou como associada estrangeira no escritório Dewey Ballantine LLP (atualmente Dewey & LeBoeuf), em Nova York, EUA.

Atualizada às 17h do dia 28 de fevereiro de 2011

Autor: Tags:

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última