Publicidade

Posts com a Tag Siqueira Castro Advogados

terça-feira, 18 de janeiro de 2011 Escritórios | 12:02

Dez mil escritórios de advocacia no Brasil pararam no tempo

Compartilhe: Twitter

Cláudio Wilberg, da consultoria LegalManager, diz que escritórios não acompanharam tecnologia do setor (Foto: Divulgação/Amcham)

Há pelo menos dez mil escritórios de advocacia de pequeno e médio porte no Brasil que não acompanharam os avanços tecnológicos do setor e pararam no tempo, já que deixaram de profissionalizar a gestão administrativa, ação indispensável para sobreviver à cada vez mais acirrada concorrência.

“Dez mil escritórios estão dentro da segunda ou terceira camada da pirâmide de escritórios que ainda se viram com planilhas de Excel (para registrar os fluxos de pagamentos e recebimentos)”, diz Cláudio Wilberg, diretor comercial da consultoria LegalManager, um dos convidados para discutir o tema durante reunião do comitê de Legislação da Amcham-São Paulo, realizado nesta segunda-feira (17/1).

Além da profissionalização dos quadros e sistemas administrativos, também os participantes do debate apontaram para a necessidade de maior controle de custos, fortalecimento de marca institucional e foco em diferenciais competitivos.

No entendimento de Wilberg, esses são escritórios que cresceram de forma desorganizada na última década e agora têm de se preparar para reduzir custos e fazer mais com menos.

Mário Nogueira, sócio gestor do Demarest & Almeida Advogados, avalia que a profissionalização dos escritórios é uma questão de sobrevivência. No entendimento dele, as negociações com os clientes estão cada vez mais complexas. E ele exemplificou sua análise ao citar um caso em que uma montadora perguntou quanto os serviços prestados custariam neste ano e qual seria o desconto progressivo terá até o fim do contrato, em 2015.

Ou seja, com expectativa de receitas menores, o controle de custos será um desafio cada vez mais recorrente. Além disso, a disputa por advogados entre escritórios, com a consequente pressão por salários maiores, obriga as bancas a se modernizarem. “Nosso maior custo é a folha de pagamentos”, comenta Nogueira.

Diferencial
A diferenciação no atendimento também é um ponto chave na composição desse cenário, pois a semelhança na prestação de serviços considerados commodities – como requisição de certidões – acaba levando a disputa entre escritórios para o terreno dos preços baixos, prática que diminui as margens de lucro.

“É fácil cotar um serviço de requisição de CND (Certidão Negativa de Débito), mas, quando um cliente questionar o preço, podemos negociar a rapidez no prazo de execução e apresentar o histórico de CNDs que obtivemos em determinado caso”, exemplifica a consultora Simone Paris Akamine, da Êxito Consultoria em Administração Legal.

O advogado Carlos Fernando Siqueira Castro, do escritório Siqueira Castro, lembra ainda que é preciso ter foco permanente no negócio – definindo uma estratégia de atuação – e também no cliente. “É preciso ter flexibilidade para cobrar honorários e trabalhar de acordo com os objetivos do contratante”.

Leia também:
Reputação de advogados é importante, dizem empresários
Advogado deve esperar 2 anos para atender ex-clientes
TozziniFreire tem aumento de 25% na área de concorrência

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 11 de janeiro de 2011 Advocacia, Escritórios | 23:47

Palestra aborda estratégias de negócios para advogados

Compartilhe: Twitter

No próximo dia 17 (segunda-feira), o advogado Carlos Fernando Siqueira Castro, sócio e CEO do escritório Siqueira Castro Advogados ministra palestra “Estratégias de negócios para escritórios de advocacia” no Comitê de Legislação da Amcham (Câmara Americana de Comércio), em São Paulo.

Com reuniões periódicas, o encontro do Comitê tem como objetivo debater tendências e gerar reflexões, avaliando desafios e oportunidades por meio da troca de experiências entre os palestrantes e os executivos de diferentes segmentos da economia.

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 8 de novembro de 2010 Advocacia | 05:00

“Substituir código brasileiro é tolice”, diz ex-presidente do STF

Compartilhe: Twitter

O ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF) Carlos Velloso criticou as discussões que envolvem a reformulação do Código de Processo Civil, que foram retomadas em novembro no Senado.

“A ideia de substituir o Código é uma tolice. Precisamos fazer reformas pontuais”, disse Velloso em evento promovido pelo Siqueira Castro Advogados Associados, em São Paulo.

O tema é alvo de debates porque desde que o assunto voltou à pauta do Senado Federal, a seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP) se manifestou contra a tramitação do projeto. O senador Valter Pereira (PMDB-MS) é o relator da Comissão de Reforma do Código de Processo Civil.

Em um manifesto divulgado nesta semana, o presidente da OAB paulista, Luiz Flávio Borges D’Urso considera que o processo de elaboração da proposta foi antidemocrático.

“Estamos imbuídos da missão de contribuir para aprimorar e fazer avançar o ordenamento jurídico nacional. Por isso, não podemos compactuar com seu retrocesso e o comprometimento de direitos já conquistados”, afirma o presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, que reforça o apoio de todos os presidentes da subsecções ao “Manifesto contra o novo CPC”.

Autor: Tags: , ,

sábado, 6 de novembro de 2010 Fusões e Aquisições | 12:06

Fusões e aquisições em TI devem crescer em 2011

Compartilhe: Twitter

As operações de fusão e aquisição de empresas de tecnologia da informação devem crescer em 2011. É o que garante Maria Cibele Crepaldi Affonso dos Santos, sócia do escritório Siqueira Castro Advogados Associados.

“Já estamos com um amplo crescimento no segundo semestre deste ano, com empresas negociando e trazendo especialistas de outros países para se fixarem no Brasil. As negociações começaram agora, mas a concretização deve acontecer no próximo ano”, disse a advogada, sem citar nomes de empresas nem valores.

Segundo ela, as negociações envolvem empresas brasileiras e do exterior.

Leia também:
Incorporações no setor de ensino em 2010 chegam a R$ 1,5 bi

Autor: Tags:

quinta-feira, 4 de novembro de 2010 Advocacia | 06:17

Seminário debate reformas no Código de Processo Civil

Compartilhe: Twitter

O escritório Siqueira Castro Advogados promove o seminário “Reforma do CPC” (Código de Processo Civil) na manhã da próxima sexta-feira (5/11) com renomados juristas e profissionais do Direito. Entre eles, o ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Carlos Mario Velloso, o Conselheiro Federal da OAB e Presidente da Comissão Especial de Estudo do
Anteprojeto do Novo Código de Processo Civil, Luiz Carlos Levenzon e o desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, Sergio Shimura.

O evento acontecerá em comemoração a inauguração do auditório do Siqueira Castro em São Paulo. “É com muita alegria que inauguramos o auditório para 150 pessoas na sede de São Paulo e passamos a contar com mais um espaço que permitirá disseminar conhecimento sobre várias áreas do Direito por meio de palestras periódicas dos nossos sócios e convidados, além de eventos e treinamentos”, comemora Carlos Fernando Siqueira Castro, sócio da banca.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 19 de outubro de 2010 Advocacia, Direito ambiental | 11:30

Escritório promove seminário sobre direito ambiental

Compartilhe: Twitter

O escritório Siqueira Castro – Advogados promove a discussão do tema “A Nova Lei de Resíduos Sólidos” em seminário comandado pelo setor Ambiental, no próximo dia 29 de outubro (sexta-feira).

O evento será realizado no Auditório do escritório no Rio de Janeiro e pretende levantar o debate sobre a visão operacional da nova Política Nacional de Resíduos Sólidos.

O seminário terá a abertura do sócio-sênior da banca, Carlos Roberto Siqueira Castro, e contará com a participação e encerramento da sócia coordenadora do setor Ambiental da unidade de São Paulo, Simone Paschoal Nogueira, relatando da visão jurídica da nova política.

Além da participação dos sócios do escritório, o seminário contará com mais duas palestras: o secretário parlamentar do deputado federal Arnaldo Jardim, José Valverde, abordará temas gerais da Política Nacional de Resíduos Sólidos; e o presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza Pública (Selurb), Ariovaldo Caodaglio, abordará a visão operacional da política.

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail seminario@siqueiracastro.com.br ou pelo telefone (21) 2514-7364, com Ana Clara.

Autor: Tags: , ,

domingo, 10 de outubro de 2010 Advocacia | 05:00

Advogado sem poder de liderança é descartável

Compartilhe: Twitter

A atual fórmula de sucesso para um advogado é saber liderar. “Não adianta contratar um grande advogado técnico se ele não tem poder de liderança”, disse Gustavo Gonçalves Gomes, sócio do Siqueira Castro Advogados, durante palestra na Fenalaw, em São Paulo. Para o advogado, o mercado necessita de outras qualidades “além do profissional de direito”.

“Há uma crescente mudança no perfil do advogado. Deixou de existir aquele generalista, o que quebra galho das empresas”, afirmou o especialista, que apoia ganhos financeiros para quem ajuda a conquistar clientes. “O advogado precisa ter estimulo para captar clientes, uma compensação financeira, mas isso deve ser feito com cautela para não atrapalhar a imagem do escritório”, pondera.

Citando a experiência própria, já que começou no Siqueira Castro como estagiário há dez anos, Gomes diz que é importante que os escritórios invistam no estagiário. “Temos essa preocupação, desde que o estagiário mostre iniciativa, criatividade e interesse”, ressalta.

Leia mais:
Advogados societários estão em extinção, dizem especialistas
“Esquartejamos os problemas”, diz advogado da Votorantim
Advogado critica associação entre escritórios
Brasil é o 3º colocado em número de advogados no mundo

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 4 de outubro de 2010 Advocacia | 11:16

Escritório tem 9 advogados premiados em publicação

Compartilhe: Twitter

Nove sócios do Siqueira Castro Advogados foram premiados pela publicação Chambers Latin America, a mais importante certificadora internacional do setor, em oito áreas de atuação: Direito Aeronáutico, Contencioso, Ambiental, Propriedade Intelectual, Comércio Internacional, Direito do Trabalho, Direito do Consumidor e Direito Tributário.

A avaliação da Chambers é baseada em pesquisa de opinião junto aos principais clientes dos mais importantes escritórios de advocacia empresarial da América Latina, sendo analisados aspectos diversos da prestação de serviços, como habilidade técnica, conduta profissional, atendimento ao cliente, compromisso, estrutura física, entre outros.

Autor: Tags: ,

sábado, 24 de julho de 2010 Advocacia | 08:33

Sentenças deverão ter texto fácil; advogados aprovam

Compartilhe: Twitter

Ler uma sentença e entender. O que parecia impossível para a maioria da sociedade deve se tornar realidade com o texto do projeto de lei nº 7448/2006, da deputada Maria do Rosário (PT-RS). Advogados, poucos que compreendiam –ou tentavam– os termos jurídicos empregados numa decisão judicial, aprovaram a proposta.

“Os jurisdicionados, muitas vezes, nem sequer entendem se ganharam ou perderam uma ação por conta da linguagem excessivamente técnica e rebuscada. Para que a comunicação seja mais eficiente, a linguagem deve ser menos técnica, sendo dirigida a pessoas leigas na área. Tornaria a relação cliente-advogado mais transparente, pois o cliente entenderia sozinho o que o juiz decidiu”, afirma a advogada Mayra Palópoli, sócia do Palópoli Advogados Associados.

O texto já foi aprovado em caráter conclusivo, ou seja, não precisa ser votado pelo Plenário para ser enviada ao Senado, apenas pelas comissões designadas para analisá-lo.

“A sociedade como um todo acreditava que um bom advogado ou um bom juiz era aquele que conseguia, em uma peça judicial, lançar diversos termos complicados, como se isso fosse capaz de impressionar e convencer quem lesse. Esse era o grande complicador de compreensão. Agora, os profissionais do direito terão que se preocupar, quando da redação de uma peça cada vez com mais objetividade e clareza”, disse Polyanna Ferreira Silva, sócia do Siqueira Castro Advogados.

A CCJ aprovou o projeto na forma de substitutivo do relator, deputado José Genoíno (PT-SP). “ Essa necessidade sempre existiu, mas faltou contexto e vontade”, aposta Felippe Alexandre Ramos Breda, do Emerenciano, Baggio e Associados Advogados.

Para ele, no entanto, as mudanças devem atingir todas as instâncias, principalmente as superiores. “Acredito ser de suma importância as próprias decisões dos tribunais em geral, principalmente Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal, serem simplificadas, porque não adianta mudar a linguagem da sentença se a decisão dos tribunais continuar tecnocrata”, enfatiza.

Leia também:
PF indicia 80 envolvidos em fraude no exame da OAB
Tribunal do Trabalho nega julgar ação de cliente contra advogado
Falso médico aplica golpe em advogados de SC
Inscrições para concurso de monografia terminam em 31 de agosto
Advogada escapa de condenação por difamar juíza

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última