Publicidade

Posts com a Tag Grupo EBX

quarta-feira, 21 de novembro de 2012 Concorrência | 19:07

Cade aprova venda para 6 empresas de ações da Six Semicondutores

Compartilhe: Twitter

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira (21/11), sem restrições, a venda de ações da Six Semicondutores para seis empresas. Os semicondutores são utilizados em produtos de informática, equipamentos de telecomunicações, bens de consumo, automação industrial e instrumentação médica.

O objeto da operação é a projeção, produção e comercialização de semicondutores (chips eletrônicos) no Brasil.

A aquisição foi feita pelas empresas aquisição, pela EBX –do empresário Eike Batista–, MATEC, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), e International Business Machines Corporation (IBM), do capital social da SIX, antes unicamente detido pela WS.

A maior parte da companhia, no entanto, ficaram nas mãos do grupo de Eike Batista e BNDES, com 33,02% de participação cada. O restante é dividido entre as demais empresas.

Autor: Tags: ,

terça-feira, 9 de novembro de 2010 Contratos, Copa 2014 | 15:07

De olho na Copa de 2014, Eike Batista firma acordo com IMG

Compartilhe: Twitter

Grupo de Eike Batista se une a gigante do entretenimento mundial, a IMG (Foto: AE)

Uma nova empreitada de Eike Batista uniu a empresa dele, o Grupo EBX, com a gigante do entretenimento e do esporte mundial, a IMG Worldwide. O acordo, anunciado nesta terça-feira (9/11), aconteceu por meio da chamada joint venture 50/50.

A união dos dois bilionários –Ted Forstmann, da IMG, com o brasileiro fundador da EBX– foi motivada pelos eventos esportivos que o Brasil sediará nos próximos anos: a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada em 2016.

A joint venture receberá o nome de IMGX (a letra X simboliza a multiplicação de riqueza e compõe o nome das empresas de Eike Batista). O acordo, no entanto, não foi oficialmente assinado, mas a EBX já está divulgando a parceria.

“Juntos, podemos aproveitar as importantes oportunidades que o Brasil terá nas áreas de esporte e entretenimento, especialmente considerando a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016”, disse Batista, sem dar muitos detalhes da joint venture.

Só para entender melhor, joint venture é uma forma de aliança entre duas ou mais entidades juridicamente independentes com o objetivo de partilharem o risco de negócio, os investimentos, as responsabilidades e os lucros em determinado projeto.

Leia mais:
Projeto ambientalmente correto corre na frente na Copa
Advogados apontam cuidados para investir na Copa e Olimpíada

Leia também:
Eike Batista, o brasileiro que quer ser o mais rico do mundo

Autor: Tags: , , ,