Publicidade

Posts com a Tag Febraban

quarta-feira, 18 de julho de 2012 Bancos | 06:00

Febraban investe R$ 7 bilhões por ano em segurança da informação

Compartilhe: Twitter

Se em 2011 os bancos brasileiros perderam cerca de R$ 1,1 bilhão com fraudes eletrônicas, o investimento contra esse tipo de crime foi sete vezes maior do que a perda. Segundo uma fonte ouvida pelo iG ligada ao departamento jurídico da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), o investimento anual nesse setor é de R$ 7 bilhões.

Os prejuízos se dão, basicamente, com fraudes bancárias já que, de acordo com números já divulgados neste ano pela própria Febraban, houve um crescimento vertiginoso na quantidade de transações bancárias pela Internet: no Brasil, 25% de todas as operações são feitas pela web. Ainda segundo a Federação dos Bancos, outros 40% são feitos utilizando meios eletrônicos em geral, como os caixas eletrônicos.

Autor: Tags:

segunda-feira, 5 de março de 2012 Bancos, CNJ | 12:02

CNJ e Febraban discutem gastos dos bancos no judiciário

Compartilhe: Twitter

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) se reunirá, no proximo dia 14, em Brasília, ´com representantes da Federação Brasileira de Associações de Bancos (Febraban), do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal e da Corregedoria Geral da Justiça Federal para discutir os spreads (rendimento, além dos juros e correções do dinheiro) pagos pelo bancos ao Judiciário pela manutenção de contas judiciais onde são depositados os valores para pagamento de precatórios.

O anúncio foi feito na última sexta-feira (2/3) pela ministra Eliana Calmon, corregedora Nacional de Justiça, em entrevista coletiva na sede do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 27 de junho de 2011 Advocacia, Bancos | 13:16

Febraban e Fiesp participam do seminário sobre mediação de conflitos em SP

Compartilhe: Twitter

Representantes da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), presidentes dos principais bancos do país e empresários diversos confirmaram presença, nesta terça-feira (28/6), no seminário sobre mediação e conciliação de conflitos judiciais que será promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em São Paulo.

O evento abordará práticas para a conciliação, com vistas à estruturação da política judiciária nacional. E tem como um dos focos os maiores litigantes do país.

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 23 de junho de 2011 Advocacia | 00:01

Um ano de Leis e Negócios…

Compartilhe: Twitter

exatamente um ano nascia Leis e Negócios, um espaço que se propôs a analisar “em bom português e sem juridiquês” o universo das leis e das decisões que mexem com a vida econômica do País. Na coluna o leitor pôde acompanhar desde briga entre empresas nos tribunais, fusões e aquisições, além de matérias que abrangeram direitos trabalhistas, do consumidor, previdenciário, tributário, entre tantos outros temas e áreas.

Assuntos não faltaram nesse primeiro ano de vida. Casos como o leilão da Fazenda Piratininga, do dono da falida Vasp, Wagner Canhedo; as polêmicas em torno do despejo do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira, as estratégias de defesa da Advocacia Geral da União para defender o governo federal, os debates nas sessões do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), além de decisões do Supremo Tribunal Federal, onde foi traduzida para todos os leitores a concessão do direito à revisão para aposentados de 1998 a 2003, só para citar alguns casos.

Por isso –e muito mais—Leis e Negócios completa um ano e agradece a você, leitor, pela fidelidade, pelo apoio e, sobretudo, pelo respeito.

O meu mais sincero muito obrigada,
Marina Diana

CONFIRA ALGUNS DEPOIMENTOS SOBRE A COLUNA. Fique à vontade para enviar o seu nos comentários ou no email mdiana@ig.com

“Sou assíduo leitor da coluna Lei e Negócios. Nela sempre encontro informações atualizadas sobre o que está acontecendo no mercado e isso é uma ferramenta valiosa para profissionais que, como eu, participam de negociações complexas onde qualquer novidade no cenário econômico ou legislativo pode trazer impactos significativos ao processo. Parabéns, Marina, pelo aniversário da Coluna!”
José Ricardo Martins – sócio da área empresarial do Peixoto e Cury Advogados

“Ao oferecer um espaço para publicação e discussão dos assuntos jurídicos, a Coluna Leis e Negócios presta um serviço importante para a difusão de temas relacionados com aberturas de capital das empresas, fusões e aquisições, bem como das informações que movimentam o judiciário e os escritórios de advocacia. O escritório Demarest e Almeida parabeniza a coluna pelo sucesso alcançado no meio jurídico em apenas um ano de existência.”
Paulo Rocha – Demarest e Almeida Advogados

“Parabenizo a coluna Leis e Negócios pelo seu aniversário de um ano. Referida coluna em pouco tempo de existência já é uma referência para quem quer se manter atualizado sobre o que anda acontecendo no mundo jurídico. É um canal aberto e ágil com informações muito úteis aos operadores do Direito.”
Fábio Tofic Simantob, advogado criminalista, sócio do Tofic e Fingermann Advogados e diretor do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD ).

“Dinâmico e atual. Assim é Leis e Negócios. Parabéns pelo aniversário e espero que continue por muitos anos”
Thiago Taborda Simões, sócio do escritório Simões Caseiro Advogados

“Leis e Negócios aborda a notícia jurídica de forma didática e atualizada não só para operadores do Direito, mas para toda a sociedade. Parabéns pelo trabalho”
Theodoro Vicente Agostinho, sócio do escritório Raeffray Brugioni Advogados

“Acompanhar diariamente as informações de Leis e Negócios já faz parte da rotina do escritório. Felicidades e parabéns pelo aniversário”
Carla Romar, sócia do escritório Romar Advogados

“É, sem dúvida, um dos poucos veículos que aborda assuntos do Direito Previdenciário de forma clara e didática. Parabéns”
Melissa Folmann, presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP)

“A coluna Leis e Negócios do IG, conduzida pela jornalista Marina Diana, constitui relevante fonte para os profissionais do direito e empresários. A concisão e profundidade dos temas abordados subsidiam importantes decisões. Os nossos cumprimentos pelo brilhante trabalho de informar com qualidade.”
José Horácio, que é diretor de comunicação do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP).

“As informações que a coluna Leis e Negócios traz diariamente no portal IG são de extrema relevância para o cidadão comum, homens de negócios e operadores do direito. A rapidez na divulgação, aliada à confiabilidade das informações, foram com certeza fatores determinantes para a grande audiência que a coluna adquiriu neste primeiro ano de existência.”
Mário Nogueira – Demarest e Almeida Advogados

“Antes de qualquer coisa gostaria de lhe dar os meus Parabéns pelo Excepcional trabalho que você desenvolde na coluna. Não há um dia que não acompanhe o que vc escreve, pois gosto muito da forma objetiva, sincera e precisa como vc expõe as suas matérias, doe a quem doer. A sua coluna tem feito a diferença no meu Jurídico. Parabéns!”
Carlos Duque Estrada, advogado dos Aeroviários no Estado de São Paulo

“Na corrida de nosso dia a dia, acessar informações com precisão e responsabilidade é um desafio! A Coluna Leis e Negócios do IG, da jornalista Marina Diana oferece um cenário atualizado e rico com diversos temas e assuntos do Direito, tornando-se uma leitura interessante e obrigatória. Quiçá, todas as colunas do Direito tivessem a mesma qualidade! Ao longo de leituras diárias, sempre somos surpreendidos pela clareza e objetividade das matérias apresentadas, aliadas a precisão das fontes consultadas. Vale destacar que, o acesso é rápido e disponibiliza uma diagramação de fácil leitura e com uma busca extremamente simples. O acesso a grande parte das informações do Direito nem sempre é tarefa agradável, mas certamente a Coluna Leis e Negócios do IG é um farol, nessa imensidão. Esperamos que este primeiro aniversário da Coluna seja motivo de muitas comemorações e incentivo para prosseguir com o trabalho sério e de alta qualidade! Parabéns a jornalista Marina Diana”
Edgard Hermelino Leite Junior, do Edgard Leite Advogados Associados

“Nos tempos de hoje, em que a informação é instantânea, colunas como a Leis e Negócios, da Marina Diana, no iG, são de suma importância. Numa linguagem moderna e dinâmica, os assuntos jurídicos são colocados de forma rápida, clara e sucinta, permitindo que o leitor tome conhecimento dos fatos em tempo real. Parabéns pelo primeiro aniversário.”
Francisco Fragata Júnior, especialista em direito do consumidor e sócio do Fragata e Antunes Advogados

“A Coluna Leis e Negócios, de autoria da jornalista Marina Diana, do Portal IG, constitui verdadeiro instrumento de trabalho para os operadores do direito que desejam estar atualizados com os fatos e julgamentos mais relevantes e pertinentes nas mais diversas áreas do direito. Mas não é só. Além disso, por possibilitar que os leitores expressem sua opinião no site, a Coluna representa uma autêntica ferramenta que possibilita o estabelecimento de comunicação entre os operadores do direito e os jurisdicionados.”
Daniel Granado, Arruda Alvim e Thereza Alvim Advocacia

“Caríssima Marina, parabéns pelo primeiro ano de sucesso, muitos irão acontecer. V. tem a capacidade jornalística, a correção de informar o que ocorreu, o estilo leve e cadenciado. Bom de ler, qualquer que seja o assunto. Parabéns . Abraços”
Edemar Cid Ferreira

“Segue a minha mensagem e desde os parabenizo por esse primeiro ano de vida de muito sucesso o qual se perpetuará indefinidamente. ‘A vocês que completam o primeiro ano muitas felicidades já que “os deuses ajudam quem ajuda a si mesmo, e isso por meio do trabalho’. (Vrgílio)”
Werner Keller, do Barros, Fonseca, Infantini e Keller Advogados

“Parabens ao Portal IG pelo primeiro ano de excelentes materias juridicas da coluna Leis e Negócios, com especial destaque para o trabalho pontual e sempre dedicado da jornalista Marina Diana.”
Antonio Toledo Negrão – Direitor Jurídico da Febraban

“A coluna Leis e Negócios, apesar de ainda muito jovem, deu uma nova dinâmica e vivacidade à sociedade no tocante ao debate jurídico, cedendo aos operadores do direito um valioso espaço para exporem suas ideias. Em verdade, a coluna Leis e Negócios passou desvendar, através da sua brilhante pena, o mundo obscuro do direito, tornando-o mais acessível. E o que é melhor: sempre franqueando o contraditório a todos, o que credencia, a coluna e a jornalista, a segurem em frente. Parabéns!”
Francisco Martins/Patrícia Teixeira – da Advocacia Martins

“Informativa e atual, a coluna tem a dinamica dos temas ambientais. Parabens pelo aniversario!”
Werner Grau, do Pinheiro Neto Advogados

“Parabéns pelo primeiro aniversário! Apesar do pouco tempo de vida, Leis e Negócios já virou referência e fonte de informação valiosa, em razão da seriedade dos assuntos tratados. Vida longa à Coluna Leis e Negócios!”
Péricles d’Avila Mendes Neto – Pinheiro Neto Advogados

Atualizada às 19h do dia 24 de junho de 2011

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 20 de maio de 2011 Bancos, CNJ | 12:05

Metade das ações contra bancos são sobre planos econômicos

Compartilhe: Twitter

Metade das ações que chegam aos tribunais contra bancos são sobre os planos econômicos dos anos 80 e 90. A informação foi dada nesta sexta-feira (20/5) pelo diretor jurídico da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Antonio Carlos de Toledo Negrão.

“Grande parte dos processos são oriundos dos planos Bresser e Collor. Os bancos sofrem porque cumpriram a lei. É difícil para um banco estrangeiro, por exemplo, explicar esse excesso de ações à matriz”, salientou Negrão, em resposta à pesquisa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que eleva os bancos ao topo do ranking de litigiosidade no Brasil.

Com relação às ações trabalhistas, o diretor jurídico da Febraban explicou que 1/3 das ações são improcedentes, enquanto os outros dois terços representam acordos e ações procedentes.

Leia também:
Conciliação resolveu R$ 3,4 bi de casos desde 2006

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 5 de maio de 2011 Advocacia, Bancos | 16:04

Febraban realiza congresso sobre Direito Bancário em SP

Compartilhe: Twitter

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) realiza nos próximos dias 19 e 20 o 8º Congresso de Direito Bancário.

O debate, que será realizado em São Paulo, terá temas como a reforma do Código de Processo Civil, a reforma do CDC e o superendividamento, as novas formas de financiamento das empresas, a efetividade das garantias reais na recuperação judicial, a Regulação do SFN, tendências do Direito Digital para o Mercado Financeiro e a prova pericial nas ações de internet banking.

Serão mais de 300 profissionais das instituições financeiras, escritórios de advocacia e governo, de diversas áreas, que estarão presentes ao evento discutindo esses temas e outros de profundo interesse da área de direito bancário.

O Congresso será no Hotel Intercontinental, localizado na Alameda Santos, 1.123, na capital paulista. Informações pelo site da Febraban (www.febraban.org.br/)

Autor: Tags:

terça-feira, 1 de março de 2011 Advocacia | 13:48

Federação Latinoamericana de Bancos promove concurso para advogados

Compartilhe: Twitter

A Felaban – Federação Latinoamericana de Bancos –, em conjunto com seu Comitê de Direito Financeiro (Colade), promovem a XIII edição do concurso de monografias jurídicas para jovens advogados e a III edição do concurso de monografias jurídicas para advogados maiores de 35 anos. O Regulamento dos concursos pode ser encontrado no site www.felaban.com.

Os ganhadores terão a oportunidade de expor o trabalho no XXX Congresso Latinoamericano de Direito Financeiro, que ocorrerá na Cidade do Panamá, nos dias 3 e 4 de outubro de 2011, com gastos de transporte e alojamento pagos pelos organizadores do congresso. O ganhador do concurso para jovens advogados ainda receberá 3 mil dólares de prêmio.

No Brasil, a Febraban é a responsável pela participação dos interessados. Os trabalhos deverão ser encaminhados à entidade até o dia 1º de julho, aos cuidados da Diretoria Jurídica, na Avenida Brigadeiro Faria Lima 1485, 15º andar, Pinheiros, em São Paulo. O CEP é 01452-002.

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 21 de outubro de 2010 Bancos, CNJ | 11:59

Bancos são convocados para participar de conciliações

Compartilhe: Twitter

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) está negociando com os grandes bancos do país a possibilidade de estabelecer uma pauta comum de práticas de conciliação em demandas na Justiça. A iniciativa que tem como um dos objetivos alavancar a Semana Nacional de Conciliação, que acontecerá entre 29 de novembro a 3 de dezembro em todos os estados brasileiros.

A conselheira Morgana Richa, do CNJ, juntamente com a juíza auxiliar da presidência Tatiana Cardoso de Freitas participou de reunião na Federação Brasileira de Bancos (Febraban), em São Paulo, com representantes jurídicos do Santander, Itaú, Bradesco e HSBC, dentre outros presentes, que demonstraram interesse em integrar a campanha.

A negociação também deverá contar com outros bancos, que serão convidados a participar dos próximos encontros. Não foram divulgados os valores que envolvem as demandas judiciais com bancos.

Propostas
Segundo informações do CNJ, depois desse encontro as instituições financeiras ficaram de elaborar uma pauta de encaminhamento de propostas envolvendo processos nos quais figurem nos pólos ativo e passivo, além de sugerir alternativas que possam contribuir para a diminuição de conflitos existentes na justiça, nos quais estejam envolvidas.

Uma nova reunião entre a Febraban e o CNJ está agendada para 11 de novembro.

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 27 de setembro de 2010 Bancos | 19:06

Caixa pode levar multa de R$ 42 mi por descumprir acordo

Compartilhe: Twitter

A Caixa Econômica Federal pode levar uma multa de R$ 42.012.555,90 por atraso na conclusão de obras de acessibilidade para pessoas com deficiência. As adaptações fazem parte das obrigações que o banco assumiu ao aderir ao acordo de acessibilidade assinado pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) com o Ministério Público Federal (MPF) em outubro de 2008.

A ação de execução contra o banco foi movida pelo MPF paulista nesta segunda-feira (27/9) na 15ª Vara Cível da capital.

Segundo informações divulgadas pelo Ministério Público, a Caixa aderiu ao acordo, assinado em 2008, entre a Febraban e o MPF, mas, passados nove meses do prazo para conclusão das obras, 11% de suas unidades em todo o país ainda não foram adaptadas para pessoas com deficiência.

Leia também:
Bancos são multados em R$ 2 milhões por falta de segurança
Empregado terá de devolver à União diferença salarial do Plano Bresser
Gerente de banco que foi sequestrado será indenizado em R$ 500 mil
Unibanco atrasa 26 minutos e perde prazo para recurso em ação

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 31 de agosto de 2010 Direito eletrônico | 11:14

Bancos perderam R$ 900 milhões em fraudes eletrônicas em 2009

Compartilhe: Twitter

Os bancos tiveram um rombo de R$ 900 milhões em fraudes eletrônicas só no ano de 2009. A informação foi divulgada nesta terça-feira (31/6) pelo diretor-setorial de prevenção a fraudes da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) Marcelo Câmara. Segundo ele, no entanto, essa fraude já está contida em 2010. Os números da mesma fraude no ano de 2008 não foram revelados.

“A fraude não tem crescido esse ano e caiu pela metade. Já o acesso a internet, ao numero de contas, cresceu muito”, disse Câmara durante o seminário sobre crimes eletrônicos realizado em São Paulo. Os investimentos em segurança na Internet foram de R$ 1,94 bilhão.

O representante da Febraban salientou, ainda, que os ataques aos bancos tendem a aumentar, mas é necessário separar o que é ataque e o que é ameaça. “Toda a tecnologia hoje tem um lado de vulnerabilidade que pode ser usada para o mal, e os bancos não estão excluídos dessa tendência. Entretanto, precisamos saber adiferença entre ataques e ameaça. Os ataques são tentativas e nem sempre tem sucesso. Por isso, temos aumento dos ataques justamente porque não elas não têm sucesso”, explicou Marcelo Câmara.

O especialista da Febraban salientou que os bancos estão investindo, e muito, na segurança das operações na Internet. “A Febraban tem investido muito em segurança, em ações para trazer à Internet uma cúpula de proteção. Sabemos que qualquer sociedade que quer evoluir, para evoluir, antes tem que começar a usar de maneira bastante eficiente a tecnologia que esta naquela época. A Internet é a tecnologia da época atual e, por isso, também é preciso uma educação da população para que ela possa evoluir. A Internet tem que ser livre, mas não é terra de ninguém”, disse, ao frisar os instrumentos que os bancos fornecem ao usuário para que ele se proteja dos crimes, como o iToken.

Para Patricia Peck, advogada especializada em crimes digitais, essa tentativa tem, sim, que ser tipificada como crime. “Tentar burlar a segurança já é uma infração. No mundo digital, os danos são estratosféricos. Deve ser analisada a forma tentada”, salientou.

Leia também:
Ellen Gracie diz ser possível falsificar processo eletrônico
Decisão do STJ em processo de SP saiu em menos de uma hora
Como poupador é afetado pela decisão do STJ sobre os planos econômicos?
Por unanimidade, Cade aprova a fusão entre Itaú e Unibanco

Autor: Tags: , ,