Publicidade

quinta-feira, 15 de março de 2018 Escritórios | 12:30

Andrade Silva Advogados amplia atuação

Compartilhe: Twitter

O escritório Andrade Silva Advogados (AS|A), que atua há quase 20 anos com Direito Empresarial e conta com unidades em Minas Gerais, Distrito Federal e São Paulo, ampliou sua atuação e agora oferece soluções jurídicas em energia renovável.

A nova área vai proporcionar assessoria jurídico-regulatória e consultoria técnica a projetos e investimentos em energias renováveis (eólica e solar) e será coordenada pelo advogado José Henrique Azeredo, que também possui graduação em engenharia civil e integra a diretoria do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia – CERNE, entidade privada que atua na busca de soluções aos desafios enfrentados pelas atividades no setor dos recursos naturais e da energia.

Autor: Tags:

Escritórios | 12:26

TozziniFreire Advogados anuncia três novos sócios

Compartilhe: Twitter

Três advogados passam a fazer parte da sociedade de TozziniFreire Advogados. São eles: Gabriela Lima, em Trabalhista e Previdência Social, Maria Bofill, em Fusões & Aquisições, e Rafael Balanin, em Tributário. A promoção dos sócios reforça três segmentos nos quais o escritório esperar crescer ainda mais neste ano, seja com novas operações que envolvam a compra e a venda de empresas dos mais diferentes segmentos de atuação, seja com a nova legislação trabalhista ou mesmo com as questões tributárias que, de forma recorrente, são temas de debates.

Gabriela Lima – Possui LL.M. em International Business Law pela Universidade Católica Portuguesa. A advogada está há 11 anos em TozziniFreire e atua em contencioso e consultoria trabalhista, imigração, investigações e auditorias, tanto de clientes nacionais quanto internacionais.

Maria Bofill – Possui LL.M. pela University of California – Berkeley – nos Estados Unidos. Atua desde 2009 em TozziniFreire na área de Fusões & Aquisições. Possui ainda experiência em escritório norte-americano e na Corte Superior da Califórnia.

Rafael Balanin – Mestre em Direito Tributário pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especialista em Administração de Empresas (CEAG) pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP-FGV). Tem experiência nas áreas de consultoria tributária e contencioso tributário (administrativo e judicial). Ingressou como advogado em TozziniFreire em 2012.

Autor: Tags:

Advocacia | 12:04

Práticas Colaborativas é tema de evento em SP

Compartilhe: Twitter

O IBPC (Instituto Brasileiro de Práticas Colaborativas) realiza, entre os dias 16 e 18 de março, a 8ª Capacitação Nacional de Práticas Colaborativas. O curso visa habilitar profissionais das áreas do direito, saúde mental e financeira para atuar na condução de casos de conflitos de interesses, nos âmbitos familiares, civil e empresariais, evitando o desgaste provocados por processos judiciais litigiosos.

Seguindo os padrões do IACP (International Academy of Collaborative Professionals), entidade similar ao IBPC nos Estados Unidos, o curso oferece uma oportunidade única de se qualificar por uma metodologia reconhecida internacionalmente, conhecida como ADR (Alternative dispute Resolution).

A demanda por serviços em Práticas Colaborativas vem crescendo de forma consistente no Brasil e no mundo, representando um mercado atrativo para profissionais interessados em aplicar esta nova abordagem para resolução de conflitos, em que todas as partes interessadas participam conjuntamente dos processos decisórios, apoiadas por profissionais experientes e capazes em promover um ambiente de respeito e entendimento harmonioso.

O evento acontecerá no hotel Meliá Jardim Europa. mais informações no site https://8capacitacaoibpcsp.eventize.com.br/

Autor: Tags:

quarta-feira, 14 de março de 2018 Escritórios | 17:21

SAZ Advogados reúne experiência de 40 anos em Direito Empresarial

Compartilhe: Twitter

O SAZ Advogados chega ao mercado para atuar full service em atendimento ao segmento empresarial. A banca é resultado da fusão dos já consagrados escritórios de Rodrigo João Rosolim Salerno e Paulo Sérgio Amorim, com o acréscimo do talento de Fabiana Zani. O trio reúne quase 40 anos de dedicação ao Direito e ao encontro de soluções exclusivas e sustentáveis para as empresas atendidas.

O SAZ Advogados também possui uma equipe multidisciplinar, qualificada e altamente comprometida no auxílio aos clientes em segmentos chave como Trabalhista, Cível, Contratual, Responsabilidade Civil, Recuperação de Crédito, Societário, Aduaneiro, Tributário e Compliance. A banca está localizada na Avenida Marques de São Vicente, nº 446 – sala 1006 – Edifício New Worker Tower, zona oeste da capital paulista.

Os sócios
Rodrigo João Rosolim Salerno, graduado em Direito pelas Universidade de Araraquara. Certificado em Direito Civil Contemporâneo pela Universidade de Coimbra . LLM em Direito Empresarial pelo CEU/IICS. Especialização em Direito Contratual pela Escola Paulista de Direito – EPD.

Paulo Sérgio Amorim, graduado em Direito pelas Faculdades Integradas de Guarulhos. Master of Business Administration (MBA) em Direito Empresarial pela Fundação Getulio Vargas – FGV RJ; Formado em Franchising pela University Franchising.

Fabiana Zani é graduada em Direito, pelas Faculdades Metropilitanas Unidas (UNIFMU). Master of Business Administration (MBA), Business Administration and Management General, pela Fundação Getúlio Vargas – FGV. Compliance, pelo Insper Educação Executiva.

Autor: Tags:

quinta-feira, 8 de março de 2018 Advocacia | 20:45

Planejamento patrimonial pode ser alternativa para empresários e pessoas físicas

Compartilhe: Twitter

A Justiça não consegue encerrar a quantidade de processos iniciados, quase 80 milhões até o final de 2017, frente a essa questão, algumas alternativas estão surgindo para empresários e pessoas físicas resolverem problemas referentes à preservação dos próprios bens (dinheiro, investimentos, imóveis, marcas, entre outros) e direitos pessoais e/ou empresariais. O planejamento patrimonial legal usando das ferramentas do Direito, da Contabilidade, das Consultorias de Qualidade e da Mediação. Segundo o advogado e psicólogo Edmundo Vianna, sócio da Conselho, infelizmente, apesar de todos os procedimentos eletrônicos implantados para modernização do Poder Judiciário, o número de processos aguardando julgamento continua crescendo (aumento de 5,6% com relação ao ano de 2015) e as questões mais recorrentes tratam de contratos, relações de consumo e responsabilidade civil do empregador.

De acordo com a advogada Luciana Gouvêa, da Gouvêa Advogados Associados, escritório parceiro da Conselho, é possível aplicar normas legais para garantia e preservação dos próprios bens e direitos pessoais e/ou empresariais. Essa organização pode ser planejada e executada a qualquer tempo, para cidadãos ou empresas, ricos ou não e, especialmente, em tempos turbulentos de crise econômica, com propósito de possibilitar a Proteção Patrimonial e evitar necessitar do Poder Judiciário, já tão assoberbado.

“O planejamento para Proteção Patrimonial é comum ente praticado em países no 1º. Mundo e bem serve para cuidar de que um conjunto de bens sofra pouco ou nada apesar das inseguranças cotidianas, além de buscar alternativas menos onerosas para conservação dos bens e direitos ao longo do tempo, inclusive, diante de novos fatos tais como casamentos, nascimentos e falecimentos”, explica.

Autor: Tags:

quarta-feira, 7 de março de 2018 Escritórios | 16:18

Duarte Garcia Investe no Setor Penal Empresarial

Compartilhe: Twitter

O escritório Duarte Garcia, Serra Netto e Terra decidiu oferecer aos clientes assessoria em direito penal, principalmente em matérias empresariais, juntamente com as práticas tradicionais como uma forma de atender uma demanda de integração das áreas do direito.

“Entendemos que os clientes esperam da advocacia empresarial soluções globais, mais rápidas, econômicas e coordenadas”, diz Luis Eduardo Serra Netto. O direito penal está diretamente ligado ao direito público, à regulação econômica de atividades objeto de concessão, ao direito ambiental e tributário, entre outros, destacando que é essencial para que o escritório possa prestar serviços relacionados com a área de compliance – tanto no viés de prevenção e combate à corrupção, quanto de lavagem de capitais. A prática penal conta com um advogado em regime de exclusividade, apoiado pelas áreas de direito público, ambiental e tributário, com outros quinze.

“É um começo que já mostra necessidade de crescimento”, diz Pedro Simões, advogado responsável por desenvolver a área no Duarte Garcia.

Autor: Tags:

terça-feira, 6 de março de 2018 Advocacia | 14:32

Sócia de TozziniFreire Advogados é nova integrante do Conselho da AMCHAM Brasil

Compartilhe: Twitter

A advogada Maria Elisa Gualandi Verri, membro do Comitê Executivo de TozziniFreire e sócia na área societária e de fusões e aquisições do escritório, assumiu em 1º de março uma cadeira no Conselho de Administração da AMCHAM Brasil para o biênio de 2018/2019.

A advogada terá a função de compartilhar o Conselho da Câmara com os demais 37 integrantes que compõem o colegiado presidido por Hélio Magalhães, do Citibank.

Graduada pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Maria Elisa é especializada em Direito Comercial pela FGV/RJ e Mestre em Direito Civil pela Universidade de São Paulo (USP). Integrante do Comitê Executivo de TozziniFreire Advogados, a sócia cultiva uma visão multidisciplinar do Direito, destacando-se na área contratual e societária na assessoria a empresas e em transações.

Autor: Tags:

CNJ | 00:31

Juíza usa conciliação para solucionar litígios entre órgãos públicos

Compartilhe: Twitter

As audiências de conciliação mudaram o tramite dos processos judiciais que envolvem órgãos públicos em Teresina (PI). A coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania do Tribunal Regional Federal (TRF da 1ª Região), juíza Marina Rocha Cavalcanti Barros Mendes, passou a convocar as partes dos processos, assim como interessados e colaboradores, para ajudar a solucionar o conflito juntos, em audiências de conciliação em grupo.

A iniciativa rendeu para a juíza o prêmio Conciliar é Legal 2018, outorgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na categoria Demandas Complexas e Coletivas. “Chamo todo mundo, entes públicos e sociedade civil, para debater o problema. Grande parte das vezes, o ente público também quer a mesma coisa a sociedade civil, mas esbarra em burocracia ou nas restrições orçamentarias.

Na audiência de conciliação, procuramos uma solução em conjunto que resolva a questão”, explicou a juíza. São incluídas na nova metodologia ações que envolvem temas de interesse público, como a reforma de um hospital, a construção de uma creche ou desapropriação de uma área.

“São processos que não basta apenas o juiz mandar fazer, pois a coisa não sai. Muitas vezes não tem orçamento. Não é uma questão de “direito” propriamente dita. O juiz teria que mudar uma realidade. Quando os envolvidos sentam juntos, todo mundo contribui para a solução, que sai mais rápida do que se fosse apenas uma sentença unilateral de um juiz”, explicou Marina Rocha Mendes.

Um dos processos já concluídos pela nova metodologia estava tramitando há cinco anos no TRF da 1ª Região e tratava da reforma da área de quimioterapia de um hospital público. Em reuniões ao longo de dois anos, nas quais participaram até representantes dos equipamentos necessários para a nova ala, o processo foi concluído com sucesso e o hospital foi reformado.

Prêmio
Promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o prêmio Conciliar é Legal está em sua nona edição. O objetivo da premiação é reconhecer nacionalmente boas práticas de solução de conflitos e aprimorar o Poder Judiciário no sentido da chamada autocomposição. Nesta edição, foram eleitos, ao todo, 11 projetos, nas categorias Tribunal Estadual; Tribunal Regional do Trabalho; Tribunal Regional Federal; Juiz Individual (nos três ramos – Justiça Estadual, Trabalho e Federal); Instrutores de Mediação e Conciliação; Ensino Superior; Mediação e Conciliação Extrajudicial e Demandas Complexas e Coletivas. Na avaliação dos projetos, o Comitê Gestor da Conciliação levou em conta critérios como: eficiência, criatividade, satisfação do usuário, alcance social e desburocratização.

As informações são do CNJ

Autor: Tags:

segunda-feira, 5 de março de 2018 Escritórios | 10:29

Porto Lauand Advogados tem novo sócio na área de Infraestrutura e Regulatório

Compartilhe: Twitter

A banca Porto Lauand Advogados, especializado em direito empresarial, dá as boas vindas ao seu mais novo sócio, Rodrigo Pinto de Campos, que chega para ampliar a equipe e fortalecer a área de Infraestrutura e Regulatório do escritório.
Com 15 anos de experiência, Rodrigo é graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da USP. Integra o Conselho Jurídico do SINDUSCON/SP, o Conselho de Orientação da Câmara de Mediação e Arbitragem do Instituto de Engenharia de São Paulo e é professor convidado de cursos de pós-graduação da FGV Direito SP.

Rodrigo Pinto de Campos tem passagem por renomados escritórios da área, como Sundfeld Advogados e Queiroz Maluf, e forte experiência em gestão pública de concessões rodoviárias, na posição de Diretor da ARTESP. Sua prática incluio assessoramento a grupos nacionais e estrangeiros em licitações, contratos administrativos, concessões de serviço público, parcerias público-privadas, projetos de infraestrutura e mercados regulados, desde a fase de modelagem e estruturação de projetos até a administração contratual, sob os aspectos consultivo e contencioso, tanto na relação dos clientes com o setor governamental (Agências Reguladoras, Ministérios, Secretarias, Empresas Estatais, Órgãos Ambientais, Tribunais de Contas e Poder Judiciário) quanto com seus parceiros e contratados da iniciativa privada.

Fundado em 2003, Porto Lauand Advogados possui sólida atuação nas áreas de Corporate/M&A, Infraestrutura, Imobiliário, Contencioso e Arbitragem, Direito Tributário e Direito do Trabalho, sendo reconhecido como escritório de referência pelos principais rankings do mercado jurídico, como Chambers &Partners, Análise Advocacia e Legal 500.

Autor: Tags:

sexta-feira, 2 de março de 2018 Advocacia | 08:00

Brasil sedia a primeira “Startup Europe Week”

Compartilhe: Twitter

O escritório Nogueira, Elias, Laskowski e Matias Advogados (NELM), em parceria com o CO.W Coworking Space, traz pela primeira vez ao Brasil a Startup Europe Week (SEW). O evento ocorrerá no próximo dia 6 de março na capital paulista e as inscrições são gratuitas (confira o serviço completo abaixo). O objetivo do evento é apresentar o ecossistema local de empreendedorismo e inovação aos investidores e players de startups.

Entre os expositores estão o sócio do NELM, Eduardo Felipe Matias e o advogado sênior da área de Inovação e Startup da banca, Rogério Russo. Matias, que coordenou a elaboração do guia “Empreendendo Direito: aspectos legais das startups”, vai abordar a importância de se conhecer o ambiente jurídico e suas regras para o sucesso das startups.

Dentre as autoridades confirmadas estão Felipe Maruyama, Diretor Técnico de Apoio ao Empreendedorismo Inovador e Tecnologia da prefeitura de São Paulo, que vai apresentar as oportunidades de negócios no município.
Como o evento é voltado a startups, não poderia faltar o testemunho de players importantes desse ecossistema. Vão expor os desafios de empreender em inovação Renato Magnanini Auriemo (fundador e CEO do CO.W.Coworking Space); Vitor Andrade (head de Startup Ecosystem na Oracle), Mario Gorini (sócio fundador da Dínamo Ventures S/A).

O SEW é um movimento que começou na Europa, ligado a uma iniciativa da Comissão Europeia denominada Startup Europe, que já atingiu mais de 40 países e 300 cidades e está se expandindo para outras partes do mundo.

Mais informações no site: https://www.f6s.com/sew18saopaulo

Autor: Tags:

  1. Primeira
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. 6
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última