Publicidade

Arquivo da Categoria Recuperação e falência

terça-feira, 11 de março de 2014 Recuperação e falência | 17:07

Com dívida de R$ 119 milhões, Sulfabril vai a leilão

Compartilhe: Twitter

Tradicional grife brasileira de malhas e confecções dos anos 70 e 80, a Sulfabril, avaliadas em cerca de R$ 160 milhões –entre marcas e unidades– irá a leilão em 27 de maio. A empresa, que teve a falência decretada em 1999, tem uma dívida estimada em R$ 119 milhões.

Para administrar o leilão, foi nomeada pela Justiça a leiloeira catarinense Tatiane Duarte. O leilão será realizado em modalidade de pregão, por carta fechada.

Da falência
Em seu auge, a empresa empregava mais de 5 mil funcionários. Suas coleções eram anunciadas no horário nobre da televisão e nas principais revistas do País, com garotas-propaganda como Regina Duarte e Sandra Bréa. A crise da grife teve início em meados da década de 1990, com a abertura do Brasil ao mercado internacional.

O processo de falência está em tramitação há mais de 14 anos, mas a empresa continua produzindo. Atualmente ela está sob a administração de um síndico nomeado pela Justiça, o economista e professor Celso Mario Zipf. Em decisão proferida no dia 25 de fevereiro, a Juíza Dr.ª Quitéria Tamanini Vieira Peres destacou que a realização do ativo, após longa tramitação do processo de falência, é uma “providência há muito esperada por constituir medida necessária à efetivação do pagamento dos créditos.”

Com todas as suas operações em Santa Catarina, a Sulfabril atualmente emprega 700 funcionários em duas unidades em atividade, em Blumenau e Ascurra. O patrimônio da empresa, fundada em 1947, inclui ainda duas unidades desativadas, em Gaspar e Rio do Sul. “A venda inclui tantos os imóveis quanto os ativos localizados em cada unidade”, explica a leiloeira.

Do leilão
A marca e as unidades serão oferecidas primeiramente em conjunto. Para ofertas à vista, o lance inicial é de 75% do valor de avaliação. Para propostas a prazo, o mínimo é o valor integral da avaliação, com pagamento de 30% à vista e saldo parcelado em até 36 vezes.

Os interessados devem entregar as propostas até o dia 26 de maio, às 19h, no cartório da 1ª vara cível de Blumenau (SC). Também é necessário se cadastrar, até as 23h59 do mesmo dia, no site www.superbidjudicial.com.br. A abertura das cartas será feita no dia 27 de maio, e será seguida de leilão entre os responsáveis pelas maiores ofertas.

Terá prioridade o interessado que desejar adquirir todos os bens de forma englobada, em lote único. Não havendo interessados para a compra englobada, na sequência, serão abertas as propostas em lotes. O primeiro lote, das marcas e das duas unidades operacionais (R$ 149,3 milhões), aceitará propostas a prazo. O segundo lote, da unidade desativada em Gaspar/SC (R$ 7,1 milhões), e o terceiro, da unidade desativada Rio do Sul/SC (R$ 3,7 milhões), contemplam apenas ofertas à vista, com pagamento de 30% em 72 horas e saldo em 15 dias.

Autor: Tags:

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014 Escritórios, Recuperação e falência | 16:13

Brasileiro fala nos EUA sobre recuperação judicial

Compartilhe: Twitter

O sócio o escritório Demarest Advogados, Antônio Aires, participará na próxima quinta-feira (20), do evento “Spotlight on Brazil – Recuperação Judicial vs. U.S. Chapter 11”, realizado pela Deloitte em parceria com a Lex Mundi no Rockefeller Center, em Nova Iorque.

Segundo Aires, o número de recuperações judiciais tem sido crescente. ”Creio que o motivo mais importante é a piora do cenário econômico interno e a demora na recuperacão internacional diminuindo as compras do Brasil. A inflação e o consequente aumento da taxa de juros também não ajudam. Essa tendência tende a piorar com a melhora do cenário dos Estados Unidos, que obrigará o Fed a aumentar a taxa de juros para reduzir a liquidez, o que impactará nas taxas de juros brasileiras”, aposta.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013 Recuperação e falência | 01:58

Lei de Recuperação Judicial é tema de livro lançado em SP

Compartilhe: Twitter

A Lei da Recuperação de Empresas e Falência ( Lei 11.101/2005) cuida dos vários aspectos que atingem a gestão de empresas em crise, sua recuperação judicial e a falência. Moderna, a norma é uma resposta da legislação nacional ao cenário dinâmico e desafiador que a competitividade mundial traz às empresas. A obra Recuperação Judicial – Da Necessidade à Oportunidade, lançada no último dia 28, em São Paulo, é o sexto livro publicado pela LEXNET, que assim como nas edições anteriores tem como objetivo esclarecer, de forma clara e objetiva, as principais dúvidas dos empreendedores e advogados e ajudar na tomada de decisões.

Um diferencial é que, além da análise dos especialistas brasileiros, renomados advogados de outros países também apresentam suas contribuições. Trata-se de uma coletânea de artigos escritos por advogados e parceiros estratégicos da LEXNET, no Brasil e no exterior, sobre a lei, suas repercussões e a importância da recuperação de empresas para a economia e a sociedade.

Autor: Tags:

quinta-feira, 22 de agosto de 2013 Recuperação e falência | 18:20

Leilão da massa falida da VarigLog arrecada R$ 279 mil

Compartilhe: Twitter

Dos 233 itens à venda no 1º leilão da massa falida da VarigLog, 105 foram arrematados já na primeira rodada do pregão, encerrada na última sexta-feira (16/08). Os 128 restantes serão levados novamente a leilão, com lance inicial 40% mais barato que o valor de avaliação. O total arrecadado, até agora, foi de R$ 279 mil.

Entre os bens arrematados, o mais caro foi o lote com aproximadamente 76 placas de alumínio para o transporte de cargas, vendido por R$ 35,6 mil. O item com maior valorização foi o lote com quatro conjuntos de freios para aeronaves B 737, B 737-200 e B 757: avaliado em R$ 800, teve lance de R$ 4,5 mil.

“O fluxo de compradores foi bem alto, tendo em vista que se trata de primeira praça. Já conseguimos vender quasemetade dos itens ofertados”, explica Renato Moysés, leiloeiro da Superbid Judicial, empresa responsável pela venda. “Para a segunda etapa, o número de interessados deve ser ainda maior, pois muitos são atraídos pelo lance inicial mais baixo.”

Os bens da segunda rodada do leilão – entre eles containers, esteiras metálicas e miniaturas de aeronaves – totalizam R$ 654.313,80 e ficam estocados no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, que abrigava o maior terminal de cargas da companhia.

Os interessados em participar do pregão, sejam pessoas físicas ou jurídicas, devem se cadastrar previamente no site www.superbidjudicial.com.br. Os lances serão feitos exclusivamente pela internet, por meio da página do leilão. O encerramento está previsto para o dia 4 de setembro.

Nascida como um braço de negócios da companhia aérea Varig, a VarigLog foi fundada como empresa independente em 2000. Em 2009, entrou em processo de recuperação judicial, mas, de acordo com a Justiça, não conseguiu cumprir as obrigações assumidas com os credores. Em 2012, foi decretada a falência da empresa.

Autor: Tags:

quarta-feira, 21 de agosto de 2013 Recuperação e falência | 07:54

SP sedia 1º curso de reciclagem de administradores judiciais do Brasil

Compartilhe: Twitter

Com o objetivo de corroborar com a boa formação do administrador judicial moderno, ao qual é conferida a grande responsabilidade no julgamento de casos relevantes, será lançado no próximo dia 28 de agosto o primeiro curso de “formação e reciclagem de administradores judiciais do Brasil”, sob a orientação do professor e juiz de Direito Titular da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo, Daniel Carnio Costa.

A iniciativa será promovida pelo recém-lançado “Instituto Brasileiro de Administração Judicial” (IBAJUD), presidido por Carla Smith Crippa, advogada e mestra em Direito Comercial, em parceria com a Academia Brasileira de Direito e apoio da Escola Paulista de Magistratura. O evento será realizado no hotel Unique, em São Paulo, a partir das 8h30.

Autor: Tags:

quinta-feira, 15 de agosto de 2013 Recuperação e falência | 13:29

Leilão de bens da massa falida da VarigLog será nesta sexta

Compartilhe: Twitter

O primeiro leilão de bens da massa falida da Varig Logística S/A, a VarigLog, será realizado nesta sexta-feira (16/8), com lances feitos exclusivamente pela internet, por meio da página do leilão. O objetivo é arrecadar fundos para o pagamento dos credores da companhia, que teve a falência decretada em setembro de 2012.

Serão leiloados mais de 200 itens, entre eles turbinas e pneus de avião, miniaturas de aeronaves, um aparelho de raio-X, esteiras metálicas para o transporte de cargas e um carro de luxo blindado (v. lista completa em anexo). Os bens, avaliados em R$ 1,3 milhão, estão estocados no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, onde ficava o maior terminal de cargas da companhia, e também em Congonhas.

A venda foi determinada pela 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo. O leilão será realizado pela Superbid Judicial(www.superbidjudicial.com.br). Podem participar pessoas físicas e jurídicas, que precisam se cadastrar previamente no site responsável pela venda – www.superbidjudicial.com.br

Autor: Tags:

segunda-feira, 29 de julho de 2013 Recuperação e falência | 16:53

Recuperação judicial da Rede Energia deve sair nesta semana

Compartilhe: Twitter

O próximo capítulo da novela sobre a recuperação judicial da Rede Energia deve ir ao ar ainda nesta semana. A Justiça se posicionará sobre os votos de fundos estrangeiros que foram contrários à proposta da Energisa. O que o mercado não consegue entender é a preferência destes fundos estrangeiros pela quebra da empresa, que tem capital 100% nacional e cujas subsidiárias empregam quase 8 mil trabalhadores.

Os representantes destes credores internacionais também apostam na impugnação, pela Justiça, do voto do FI-FGTS – o fundo dos trabalhadores brasileiros –, que tem um crédito de mais de R$ 600 milhões com a Rede Energia.

O empresário Jorge Queiroz, acionista do grupo Rede Energia, esteve em 26 de junho na sede da consultoria Deloitte, em São Paulo, justamente para participar de reuniões preparatórias para a assembleia de credores.

Leia também:
Assembleia deve definir futuro da Rede Energia

Autor: Tags:

sexta-feira, 21 de junho de 2013 Recuperação e falência | 15:09

OAB paulista debate 8 anos de lei de falências

Compartilhe: Twitter

O Plenário da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP) receberá no próximo dia 24 a palestra “8 anos da Lei de Recuperação de Empresas – Questões atuais e jurisprudência”. Para debater o tema que acontece às 19h, os convidados são o ministro Sidnei Beneti (ministro do STJ e doutor em Direito Processual Penal – USP) e o desembargador Alexandre Alves Lazzarini (desembargador do TJ SP e mestre em Direito Processual Civil).

Sancionada em 9 de fevereiro de 2005, a Lei nº 11.101 regula a recuperação extrajudicial, judicial e a falência, e introduziu mudanças importantes que, após 8 anos, já apresentam número expressivo de casos e decisões que proporcionam uma análise profunda deste diploma.

Um exemplo importante é a recuperação extrajudicial, figura que não existia no ordenamento jurídico brasileiro. Ainda são focos de interesse desta palestra o fim da concordata preventiva, suspensiva e da continuidade dos negócios do falido.

Autor: Tags:

quarta-feira, 24 de abril de 2013 Recuperação e falência | 19:32

Justiça determina arresto de bens da H-Buster

Compartilhe: Twitter

Depois de enfrentar uma greve de funcionários que vigora desde o último dia 8, a H-Buster –fabricante de televisores, notebooks e aparelhos de som automotivo—enfrentará o arresto dos bens. A medida cautelar foi concedida nesta terça-feira (23/4) pela 1ª Vara do Trabalho de Cotia. A empresa entrou com pedido de recuperação judicial na 3.ª Vara Cível da cidade em 22 de março deste ano.

A decisão acerca do arresto proferida pelo juiz Federal do Trabalho, Gabriel Lopes Coutinho Filho determina o levantamento e penhora de máquinas, automóveis, marca e demais tipos de bens (inclusive imateriais e recebíveis) da empresa pelo prazo de 30 dias.

A solicitação do arresto foi pedida pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, diante do atraso do pagamento dos salários do mês de março dos quase 900 trabalhadores da unidade de Cotia.

Autor: Tags:

segunda-feira, 8 de abril de 2013 Recuperação e falência | 19:13

Em recuperação judicial, H-Buster enfrenta greve de funcionários

Compartilhe: Twitter

A H-Buster, fabricante de televisores, notebooks e aparelhos de som automotivo, enfrentou nesta segunda-feira (8/4) uma paralisação dos funcionários em uma das sedes que fica no município de Cotia, interior do Estado de São Paulo. A empresa entrou com pedido de recuperação judicial na 3.ª Vara Cível da cidade em 22 de março deste ano.

A empresa tem uma dívida de mais de R$ 500 milhões, a maior parte com o sistema financeiro. A companhia encerrou o ano passado com um prejuízo de R$ 300 milhões.

Alguns funcionários postaram em redes sociais e no youtube links sobre a greve descrevendo, inclusive, a situação da empresa. Muitos acusam a companhia chinesa de não ter pago o salário do mês passado.

Em nota, a H-Buster confirmou a paralisação dos funcionários em Cotia e disse estar confiante no pedido de recuperação judicial. “Temos a certeza de que o processo, uma vez iniciado, permitirá à companhia superar as dificuldades circunstanciais e continuar sua trajetória como uma das maiores fabricantes brasileiras de equipamentos de áudio e vídeo automotivo”, afirmou.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região já se manifestou sobre o assunto antes da greve. “A notícia da recuperação judicial preocupa o Sindicato, já que a empresa emprega em Cotia 860 trabalhadores, a maioria são mulheres. Em Manaus, há outra unidade, onde trabalham cerca de 1.600 pessoas”, disse, em nota.

A empresa está sediada em Cotia desde 2005. Outra fábrica fica em Manaus (AM).

Autor: Tags:

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última