Publicidade

Arquivo da Categoria Fusões e Aquisições

segunda-feira, 23 de maio de 2011 Concorrência, Fusões e Aquisições | 19:29

Concorrente deve se manifestar sobre fusão Citrosuco e Citrovita

Compartilhe: Twitter

O procurador regional da República Luiz Augusto Santos Limam, representante do Ministério Público Federal (MPF) junto ao Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência (Cade),quer que a Coinbra-Frutesp e a Associação Brasileira de Citricultores (Associtrus) se manifestem sobre a união da Citrosuco, do grupo Fischer, e Citrovita, controlada pelo grupo Votorantim.

A Coinbra-Frutesp S.A., empresa do grupo francês Louis Dreyfus, é considerada uma das maiores do setor de produção de sucos de laranja. Em 2005, a empresa arrendou a única fábrica de suco de laranja da Citrus Kiki.

iG teve acesso ao ofício encaminhado ao Cade no último dia 17. Nele, o procurador pede “nova vista dos autos para emissão de parecer conclusivo”.

A Citrosuco e a Citrovita, que anunciaram a fusão de suas operações em 14 de maio, pretendem dividir o controle em partes iguais – 50% para cada uma das companhias. Juntas, elas devem superar a Cutrale na liderança do mercado.

Leia mais:
Citrosuco e Citrovita anunciam fusão

Autor: Tags: , , , ,

sábado, 30 de abril de 2011 Fusões e Aquisições | 07:11

Grife sueca compra metade de distribuidora brasileira

Compartilhe: Twitter

A grife sueca Gant adquiriu 50% da Delveste do Brasil Comércio de Vestuário, empresa que já detinha o direito de distribuir a grife internacional em território nacional. Agora, a marca, que já tinha o licenciamento no Brasil, pode também comercializar suas peças para as brasileiras.

A Gant, que foi assessorada pelo Velloza, Girotto e Lindenbojm Advogados Associados, fechou negócio com a Delvest, que é controlada por um grupo português, em 31 de março.

“O negócio já estava sendo desenhado desde o ano passado. Agora, a Gant também passará a ter uma parte nos lucros da Delvest”, explica Cesar Amendolara, sócio do pelo Velloza, Girotto e Lindenbojm Advogados.

A investida da Gant é um sinal de que a empresa, que nasceu na Europa, possa investir de forma mais pesada e efetiva no Brasil.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 20 de abril de 2011 Fusões e Aquisições | 13:46

Mattos Filho assessora gigante da biotecnologia em negócio no Brasil

Compartilhe: Twitter

O escritório Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga Advogados foi o responsável por todo o trâmite jurídico que possibilitou à empresa de biotecnologia Amgen adquirir a Bergamo, indústria brasileira que atua no setor farmacêutico.
Segundo a advogada Paula Vieira, responsável pelo setor de fusões e aquisições do Mattos Filho, a negociação durou cerca de 60 dias, prazo considerado curto para esse tipo de negociação.

“Foi bem rápido e a Amgen, que tem força nos Estados Unidos, investiu US$ 215 milhões na compra”, disse Paula.

A Bergamo oferece medicamentos para o setor hospitalar brasileiro, especialmente no setor de oncologia. Antes da negociação, a Amgen, que não tinha presença no Brasil, só tinha o direito de distribuição concedido à Mantecorp. No entanto, quando o negócio foi anunciado, na primeira semana de abril, a parceria com a Mantecorp também foi desfeita.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 19 de abril de 2011 Escritórios, Fusões e Aquisições | 10:52

TozziniFreire assessora Grupo Abril em aquisições na área da educação

Compartilhe: Twitter

O escritório TozziniFreire Advogados assessorou a Abril Educação, empresa do Grupo Abril, na aquisição do Curso e Colégio PH, rede de ensino do Estado do Rio de Janeiro composta por ensino fundamental, médio e cursos preparatórios para vestibulares.

O trabalho do escritório foi conduzido pela área de Fusões e Aquisições, sob coordenação do sócio Mauro Guizeline.

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 7 de abril de 2011 Advocacia, Direito trabalhista, Fusões e Aquisições | 10:57

Em fusões, empresas ignoram discussões trabalhistas, diz advogada

Compartilhe: Twitter

Os passivos trabalhistas são esquecidos quando se dá inicio um processo de aquisição ou cisão empresarial. É o que afirma a advogada Maria Lúcia Benhame, da Benhame Sociedade de Advogados.

Segundo ela, questões como equiparações salariais e de benefícios, e diferenças nas relações com sindicatos normalmente só são conhecidas depois que o negócio foi fechado.

Maria Lúcia comenta que um exame trabalhista minucioso antes de assinar os papeis poderia evitar problemas maiores às empresas envolvidas no negócio.

“Em um exame de due diligence (verificação dos demonstrativos de uma empresa alvo de aquisição), normalmente só se olha para as ações trabalhistas e as respectivas provisões contábeis para perdas”, disse Maria Lúcia, no encontro do comitê de Legislação da Amcham-São Paulo nesta quarta-feira (6/4). “Mas não se verificam os efeitos das alterações sindicais, de benefícios e segurança do trabalho. Tudo isso tem impacto nos custos”, lembrou.

Quando uma empresa adquire outra, também assume as responsabilidades pelas obrigações trabalhistas presentes e futuras da nova companhia, afirmou a advogada.

Especialista em direito trabalhista, Maria Lúcia disse que poucos clientes a convocam para um exame inicial de aquisição de empresas. “Sou chamada no meio do processo, quando já está decidido que a operação acontecerá. Quando levo o resultado das pendências trabalhistas, alguns até se assustam”, comentou.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 4 de março de 2011 Advocacia, Escritórios, Fusões e Aquisições | 14:36

Americana Heinz quer 100% da brasileira Quero

Compartilhe: Twitter

A HJ Heinz Company, que fechou a aquisição de 80% das ações da fabricante de alimentos Quero, deve ter 100% dos títulos em breve. Ao menos, é o que pretende a gigante norte-americana.

“Isso dependerá dos interesses dos acionistas, mas é uma tendência natural da venda”, afirmou o advogado Hiram Bandeira Pagano Filho, do escritório Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga, banca responsável por intermediar o negócio.

O valor da compra não foi confirmado pelo advogado, mas especula-se que o negócio gire em torno de R$ 1 bilhão. Essa foi a primeira aquisição da Heinz no Brasil.

De acordo com Pagano Filho, a negociação demorou algumas semanas, mas o negócio já foi divulgado nos Estados Unidos. O prefeito de Nerópolis (GO), Gil Tavares –cidade onde a Quero está sediada – revelou ao iG que uma comitiva de dez americanos ligados a Heinz esteve na cidade há cerca de um mês para conhecer as instalações da fábrica.

Concorrência
A banca paulista Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga Advogados também será o responsável por levar a negociação ao Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência (Cade), que avaliará a compra. Só para ficar mais claro, negociações desse tipo são levadas ao órgão antitruste quando existe mínimo de faturamento anual de R$ 400 milhões em uma das empresas.

A escolha do escritório aconteceu em função de uma parceria do Mattos Filho com um escritório americano que atende a Heinz.

Acompanhe:
Heinz, fabricante americana de ketchup, negocia compra da Quero

Autor: Tags: , ,

Fusões e Aquisições | 05:00

Executivos revelam fórmula do sucesso em evento

Compartilhe: Twitter

Nos dias 12 e 13 de abril, uma conferência da IBC discutirá os principais desafios e estratégias para os processos de fusões e aquisições. O evento acontecerá em São Paulo e trará experiências de sucesso de empresas de diversos segmentos do mercado.

Executivos da Oi Telecom, Vivo, Unilever, Petrobras, Brasil Foods, Grupo Fleury, Vale e Whirpool, entre outros, compartilharão suas experiências em áreas como gestão de pessoas, sinergia entre empresas e oportunidades de negócios gerados pelas operações.

Para a gerente de projetos da IBC e responsável pelo encontro, Renata Figueiredo, o crescimento da economia brasileira e os investimentos estrangeiros são os grandes responsáveis pelo significativo aumento da atividade de fusões e aquisições no país.

“Esse cenário traz excelentes oportunidades e o que vemos são números de recordes de negócios”, afirma. “No entanto, as empresas interessadas em fusões ou aquisições precisam tomar alguns cuidados. Merecem atenção fatores como planejamento, mensuração do valor do negócio, análise das oportunidades, estratégias de negociação e plano de integração”, explica Renata.

A conferência sobre Fusões e Aquisições é promovida pelo Informa Group com a marca IBC. A programação completa está disponível no site www.informagroup.com.br/fusoes ou pode ser solicitada na Central de Atendimento da IBC pelo telefone (11)3017-6808 e pelo e-mail imprensa@informagroup.com.br

Autor: Tags:

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011 Advocacia, Fusões e Aquisições | 14:34

Pinheiro Neto é líder em fusões e aquisições em 2010

Compartilhe: Twitter

A banca paulista Pinheiro Neto Advogados foi o escritório que atuou no maior número de operações de fusões e aquisições no Brasil e em toda a América Latina em 2010, segundo relatório recém-publicado pela Thomson Reuters, com 50 operações anunciadas e 46 operações concluídas ao longo do ano.

É o quarto ano consecutivo que Pinheiro Neto Advogados é o líder no ranking de fusões e aquisições da Thomson Reuters considerando o número de operações no Brasil e na América Latina. No período compreendido entre 2007 e 2010, o escritório participou de 172 negócios.

Autor: Tags: ,

sábado, 6 de novembro de 2010 Fusões e Aquisições | 12:06

Fusões e aquisições em TI devem crescer em 2011

Compartilhe: Twitter

As operações de fusão e aquisição de empresas de tecnologia da informação devem crescer em 2011. É o que garante Maria Cibele Crepaldi Affonso dos Santos, sócia do escritório Siqueira Castro Advogados Associados.

“Já estamos com um amplo crescimento no segundo semestre deste ano, com empresas negociando e trazendo especialistas de outros países para se fixarem no Brasil. As negociações começaram agora, mas a concretização deve acontecer no próximo ano”, disse a advogada, sem citar nomes de empresas nem valores.

Segundo ela, as negociações envolvem empresas brasileiras e do exterior.

Leia também:
Incorporações no setor de ensino em 2010 chegam a R$ 1,5 bi

Autor: Tags:

quinta-feira, 28 de outubro de 2010 Advocacia, Fusões e Aquisições | 15:43

Advogado brasileiro dá palestra em Paris sobre fusões

Compartilhe: Twitter

O advogado André de Almeida, sócio do escritório Almeida Advogados e futuro presidente da Inter-American Bar Association (IABA), participa em Paris do Fall Meeting, evento que reúne os principais escritórios de advocacia para discutir oportunidades de negócios. O encontro, de 2 a 6 de novembro, é promovido pela American Bar Association.

Almeida dará palestra sobre “M&A at the BRIC: Brasil, Rússia, India e China”, abordando formas de proteção aos minoritários em companhias abertas, Ofertas Públicas Iniciais (IPO) e Tag Along.

Ele assume o IABA em janeiro de 2011. Almeida é o quarto brasileiro a ocupar a presidência do Inter-American Bar Association em 70 anos de instituição.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última