Publicidade

terça-feira, 16 de maio de 2017 Empresas | 18:38

FecomercioSP sedia seminário sobre os custos e benefícios da reforma trabalhista

Compartilhe: Twitter

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), por meio do seu Conselho Superior de Direito e da Academia Internacional de Direito e Economia (AIDE), promovem o 34º seminário intitulado “A Legislação Trabalhista na Visão Empresarial: Custos e Benefícios. O objetivo do debate é oferecer um diagnóstico realista e propostas viáveis que possam servir de subsídio ao modelo em discussão no Congresso Nacional.

O evento, a ser realizado no próximo dia 17, na sede da Federação, em São Paulo, será dividido ao longo do dia em cinco painéis e contará com importantes nomes, entre os quais, o presidente do Conselho Superior de Direito da FecomercioSP e de honra da AIDE, Dr. Ives Gandra Martins; o presidente da AIDE, Nei Prado; o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra da Silva Martins Filho, e o presidente do Conselho de Relações do Trabalho da FecomercioSP, José Pastore. Entre os painéis que serão apresentados na programação do evento, destaque para A legislação trabalhista e seus reflexos no comércio de bens e serviços, A legislação trabalhista e seus reflexos na indústria e A legislação trabalhista e seus reflexos no setor “imobiliário”.

O encontro terá início com uma aula magna sob o título A legislação do trabalho ajuda, dificulta ou impede o desenvolvimento das empresas e a criação de empregos?, ministrada pelo presidente do TST, Ives Gandra Filho.

O painel A legislação trabalhista e seus reflexos no “comercio de bens e serviços” será o primeiro tema do dia e terá a presença de Dr. Ives Gandra Martins, além de José Pastore, o presidente do Conselho de Relações do Trabalho da FecomercioSP; o ex-ministro da Justiça e relator da Assembleia Nacional Constituinte de 1987, Bernardo Cabral, e o professor da FGV, Sólon Cunha.

A segunda mesa de debates, cujo tema central será A legislação trabalhista e seus reflexos na “indústria”, será presidida por Ruy Martins Altenfelder, presidente da Academia Paulista de Letras Jurídicas (APLJ), e terá a participação de Adauto Duarte, diretor do Grupo FIAT, de Luciana Nunes Freire, diretora executiva jurídica da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) , e do presidente do Conselho de Relações do Trabalho da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Alexandre Furlan.

Seguindo para a terceira rodada de discussão, o economista Roberto Macedo, acompanhado de Damião Cordeiro de Moraes, gerente de relações institucionais da Confederação Nacional das Instituições Financeiras (CNF); Maílson da Nóbrega, economista e ex- ministro da Fazenda e Jairo Sampaio Saddi, doutor em direito econômico, discursará sobre o A legislação trabalhista e seus reflexos nas “instituições financeiras”. O tema do quarto painel, A legislação trabalhista e seus reflexos no “agronegócio”, terá a participação de Fabio Meirelles, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (FAESP); do economista Helio Zylberstajn; do conselheiro da Sociedade Rural Brasileira, Cesário Ramalho da Silva, e da doutora em Direito e Constitucionalista, Samantha Ribeiro Meyer Pflug Marquês.

No último painel, a diretora da Escola Superior de Advocacia da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção São Paulo (ESA/OAB), Ivette Senise Ferreira, discorrerá sobre A legislação trabalhista e seus reflexos no setor “imobiliário” em companhia de Alexandre Tirelli, presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis no Estado de São Paulo (SCIESP), do presidente do Sindicato da Habitação (SECOVI) Flavio Augusto Ayres Amaury, e do presidente da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (ADEMI), Cláudio Hermolin.

E para encerrar o encontro, Ney Prado, presidente da AIDE, e Almir Pazzianoto, ex-presidente do TST, debaterão a Proposta da reforma trabalhista em curso no Congresso e suas condicionantes.

Autor: Tags: