Publicidade

quarta-feira, 15 de maio de 2013 Advocacia, Judiciário | 12:45

Declaração de presidente do STF irrita advogados

Compartilhe: Twitter

Durante a sessão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) desta terça-feira (14/5), uma brincadeira feita pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa — que também preside o CNJ–, irritou os advogados que estavam no plenário e resultou em notas de repúdio de órgãos que representam a classe. Na ocasião, o ministro disse que “a maior parte dos advogados acorda às 11h”. Em nota, o presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP), José Horácio Halfeld Rezende Ribeiro, manifestou repúdio diante das declarações de Barbosa.

“É motivo de profunda preocupação a conduta incompatível com o exercício do cargo. Todas as profissões são honradas quando exercidas com ética e responsabilidade, sendo essa a expectativa de toda a sociedade diante da tão nobre e fundamental missão do Conselho Nacional de Justiça”, disse Ribeiro.

O comentário do presidente do CNJ aconteceu quando era julgado um pedido de entidades representantes da advocacia contra uma regra da Justiça de São Paulo que reduz o tempo de atendimento aos advogados nos fóruns. A norma estabelece que os advogados não devem ser atendidos das 9h às 11h.

Autor: Tags: ,