Publicidade

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012 Advocacia | 16:05

Machado Meyer e EMESP anunciam vencedor do Prêmio Ernani de Almeida Machado

Compartilhe: Twitter

A entrega do Prêmio Ernani de Almeida Machado, patrocinado pelo escritório Machado Meyer Sendacz e Opice Advogados a bolsistas da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo será realizada no dia 20 de dezembro, às 21 horas, na Sala São Paulo. A premiação é uma parceria entre o escritório e a Santa Marcelina Cultura, organização social responsável pela administração da EMESP Tom Jobim – Escola de Música do Estado de São Paulo, e se dará em um dos concertos de encerramento da temporada 2012 da orquestra.

Contará com a participação do pianista Arnaldo Cohen, além do baixo Carlos Eduardo Marcos, da soprano Elayne Casehr, das mezzo-sopranos Lidia Schaffer e Magda Painno, do tenor Marcello Vannucci, e do Coral Jovem do Estado. A regência é de Cláudio Cruz, diretor musical e regente titular da Orquestra.

A primeira edição do prêmio – que ainda acontecerá por mais quatro anos – faz parte da celebração de 40 anos do escritório. A iniciativa visa uma premiação anual para os bolsistas, por meio de edital e banca avaliadora. A premiação para o primeiro colocado é no valor de R$ 60 mil, o maior concedido até hoje a uma orquestra jovem, e deverá ser utilizado para aperfeiçoamento do bolsista premiado em uma instituição de ensino no exterior.

Outros quatro finalistas recebem prêmios no valor de R$ 15 mil cada e podem desfrutar do dinheiro em uma bolsa de estudos ou na compra de instrumentos. Dois dos prêmios são voltados para bolsistas do naipe de cordas, e nos outros dois, poderão concorrer os naipes de madeiras, metais, percussão, além dos bolsistas de piano e harpa.

“Criamos este prêmio em homenagem a um de nossos fundadores, Ernani de Almeida Machado, que foi um grande amante da música e da cultura. Com a iniciativa, nosso intuito é mostrar que todos podem fazer algo. O patrocínio desse prêmio implica em aumentar oportunidades e abrir caminhos e, para nós, esta é a forma mais gratificante de comemorarmos os 40 anos”, explica Raquel Novais, sócia-administradora do Machado, Meyer, Sendacz e Opice.

Além do valor destinado ao prêmio, o Machado Meyer também investiu na compra de instrumental de percussão de primeira linha para o grupo. São pratos, marimbas, pandeiros sinfônicos, tontons, tímpanos, compondo um sofisticado kit fundamental para a melhoria da sonoridade da orquestra e que será estreado na ocasião.

Autor: Tags: