Publicidade

segunda-feira, 11 de junho de 2012 Judiciário, Recuperação e falência | 11:40

Justiça do Rio aceita pedido de recuperação da Natan Jóias

Compartilhe: Twitter

Criada há mais de 50 anos, a Natan Jóias Ltda entrou em processo de recuperação judicial na semana passada, quando o juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, aceitou o pedido da empresa na Justiça.

No pedido de recuperação, a Natan afirmou enfrentar uma trava bancária em função de empréstimos para quitar dívidas, “prejudicando muito o desenvolvimento de suas atividades e interferindo não só no pagamento dos credores, como também dos seus funcionários”.

O juiz Fernando Viana concedeu liminar para que os bancos deixem de reter os créditos disponibilizados nas contas bancárias da empresa, mantendo-as livres para movimentação.

O magistrado determinou, ainda, que a Natan acrescente após seu nome empresarial a expressão “em recuperação judicial”.

Também determinou a suspensão de todas as ações e execuções contra ela; a suspensão da publicidade dos protestos e inscrições nos órgãos de proteção ao crédito em face à empresa, seus sócios e garantidores, administradores e diretores e que ela apresente contas demonstrativas mensais durante todo o processamento da recuperação judicial, sob pena de destituição de seus administradores.

Com informações do TJ-RJ

Leia também:
Delta pede recuperação judicial

Autor: Tags: