Publicidade

quinta-feira, 3 de novembro de 2011 Advocacia | 05:32

Homens comandam 71% dos escritórios, revela pesquisa

Compartilhe: Twitter

As qualidades femininas já são percebidas pelo mercado de trabalho e, cada vez mais, passam a integrar o perfil desejado nos cargos estratégicos das organizações. Isso não seria diferente nos escritórios de advocacia do Brasil. No entanto, essa percepção ainda não atinge os mais altos cargos das bancas mais admiradas do País.

Segundo uma pesquisa realizada pela revista “Análise Advocacia 500”, cujos números foram apresentados a Leis e Negócios em primeira mão, dos 521 escritórios mais admirados do Brasil, 71% têm homens como sócios enquanto apenas 29% são mulheres.

Destes, por sua vez, em média, os sócios têm 22 anos de profissão e 42 anos de idade. Dos profissionais que figuram nesse cargos, 28% possuem mestrado e somente 8% concluíram o doutorado.

A maioria dos sócios atuam na área cível (29%), seguida pelas áreas tributária (23%), societária (20%), trabalhista (14%) e comercial (12%).

O levantamento
A pesquisa realizada pela “Análise Advocacia 500” apresenta os escritórios mais admirados do Brasil em 12 áreas do Direito, segundo a opinião de diretores jurídicos das maiores empresas por receita liquida do País.

Em 2011, a coleta de dados ocorreu entre 29 de julho a 9 de setembro.

Executivos de 855 empresas de 65 diferentes setores da economia de 22 estados e no Distrito Federal, responderam ao levantamento.

Autor: Tags: ,