Publicidade

quarta-feira, 19 de outubro de 2011 Advocacia | 14:03

Anuário da Justiça Paulista será lançado dia 21

Compartilhe: Twitter

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) sedia, no próximo dia 21, a solenidade de lançamento do Anuário da Justiça de São Paulo 2012, publicação produzida pela revista eletrônica Consultor Jurídico voltada especialmente para advogados, operadores do Direito e público em geral.

A maior novidade da publicação este ano, que chega agora à sua terceira edição anual, é a opinião jurídica de todos os 438 julgadores do TJ-SP — 348 desembargadores e 90 juízes convocados — sobre temas relevantes que eles julgaram entre outubro de 2010 e setembro do corrente ano.

De acordo com Maurício Cardoso, editor executivo da publicação, o maior tribunal estadual do país passou recentemente por um verdadeiro choque de gestão dado pela nova direção do órgão e melhorou de maneira significativa seu desempenho. Assim, até o final deste ano o TJ-SP terá cumprido totalmente a Meta 2, estabelecida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), de julgar todos os processos que deram entrada até 2006 no tribunal. Um processo que, em média, levava 5 anos para ser julgado na Justiça paulista, agora tem seu prazo de julgamento estimado em 3 anos. Por outro lado, do total de recursos interpostos, 20% são julgados em até 30 dias.

Perfil dos julgadores
Ainda segundo o Anuário da Justiça, os desembargadores do TJ-SP que são juízes de carreira têm em média 30 anos de atuação na magistratura e idade de 60 anos. Os dois mais jovens desembargadores — Erickson Gavazzi Marques e Sandro Galhardo — têm 49 anos e cinco meses e vieram da advocacia pelo 5º Constitucional. Porém, de todos os 438 julgadores o mais novo é uma mulher, a juíza convocada Luciana Fanucchi, de apenas 38 anos.

O anuário será lançado na próxima sexta-feira (21/10), às 17h, no salão dos Passos Perdidos do Tribunal de Justiça – Praça da Sé, em São Paulo.

Autor: Tags: