Publicidade

quarta-feira, 6 de abril de 2011 Judiciário | 00:22

Na Itália, presidente do STF defende projeto de universidade com segurança

Compartilhe: Twitter

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso, defendeu nesta terça-feira (5/4), na Itália, a criação de uma universidade sobre segurança pública e desenvolvimento social no Brasil.

Segundo o ministro, a instituição terá como principal objetivo a produção de reflexão acadêmica com vistas a abrir novas perspectivas no combate à criminalidade e à miséria com recursos de diferentes áreas de especialização. A proposta, seguiu Peluso, se insere no “novo paradigma” que vem se cristalizando em torno da necessidade de uma abordagem intersetorial e multidisciplinar para as questões de segurança e de desenvolvimento humano.

O ministro Peluso salientou que a operação constitui exemplo da interação de agentes estatais de várias áreas (polícia, Judiciário, saúde, educação etc.) para pacificar regiões antes controladas por criminosos e levar cidadania e serviços básicos do Estado a populações carentes.

O presidente do STF relatou aos cerca de 40 especialistas reunidos pela Rockfeller Foundation, em Bellagio, norte da Itália, que seu projeto recebeu o apoio da presidenta Dilma Rousseff, que já conversou sobre o tema com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon.

Autor: Tags: ,