Publicidade

quinta-feira, 9 de setembro de 2010 Mensalão, STF | 16:21

Marco Aurélio e Joaquim Barbosa divergem no Supremo

Compartilhe: Twitter

Ministro Marco Aurélio e ministro Joaquim Barbosa (Foto: Gervásio Baptista/SCO/STF)

Com uma pauta recheada de casos sob a relatoria do ministro Joaquim Barbosa, que mesmo em licença médica compareceu ao Supremo Tribunal Federal (STF), foi possível constatar um fato interessante na primeira parte da sessão plenária: Marco Aurélio de Mello divergiu de todos os votos de Barbosa. E ele mesmo brincou: “parece perseguição”.

Barbosa, que depois de menos de uma hora de sessão já estava em pé, atrás da sua cadeira, relatando os casos, foi seguido pela maioria dos relatores nas ações levadas ao plenário, exceção feita apenas ao colega Marco Aurélio.

A primeira discordância aconteceu no primeiro caso, o do Mensalão. Enquanto Barbosa negou o pedido de desmembramento do processo, Mello votou pela concessão do mesmo. O voto dele, no entanto, foi isolado já que os demais ministros concordaram com o relator Joaquim Barbosa.

Autor: Tags: , , , ,